AGENDA

LOULÉ | Caminhada e vigília de oração na mãe soberana encerram programação da vinda dos símbolos da Jornada Mundial da Juventude ao Algarve

Visita dos Símbolos da JMJ2023 ao Colégio do Alto, em Faro

Uma caminhada e Vigília de Oração no Santuário da Mãe Soberana, em Loulé, será o último grande momento de celebração da vinda dos Símbolos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) no Algarve. Terá lugar esta sexta-feira, dia 26 de novembro.

O início da atividade será às 20h30, com a chegada e receção dos símbolos e participantes, junto ao Convento de St. António, em Loulé.

Os jovens algarvios caminharão, depois, pelas 21h00, pela ladeira da Mãe Soberana em direção ao Santuário, onde, às 21h30 terá início a Vigília de Oração.

O Comité Organizador Diocesano do Algarve (COD) para a JMJ apela à «presença de cada um, para que este seja um momento inesquecível para juventude e para nossa igreja diocesana».

Os interessados deverão fazer a sua inscrição através do link
https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSen96tdOK6XwyGjZ-2ruBLOnglBeaOHp3fNdORnMygsFEjzTg/viewform.

O prazo para as inscrições terminará no dia 25 de novembro, ou quando for atingida a lotação máxima do espaço.

Recordamos que os Símbolos da JMJ, ou seja, a Cruz Peregrina e o ícone de Nossa Senhora Salus Populi Romani, estão no Algarve desde o dia 29 de outubro, estando a passar por todas as Vigararias (áreas de divisão das Paróquias, na Diocese do Algarve – Tavira, Faro, Loulé e Portimão) e que peregrinarão por todas as Dioceses portuguesas, até julho de 2023, já que a JMJ decorrerá de 1 a 6 de agosto desse ano.

Os dois símbolos da JMJ são sempre sinais de anúncio desta grande atividade dos jovens católicos e foram entregues aos portugueses pelo Papa Francisco, a 22 de novembro de 2020, em Roma.

A Cruz Peregrina tem 3,8 metros de altura e foi construída a propósito do Ano Santo, em 1983, tendo sido confiada por São João Paulo II aos jovens no Domingo de Ramos do ano seguinte, para que fosse levada por todo o mundo. Desde aí, a Cruz peregrina já esteve nos cinco continentes e em cerca de 90 países, afirmando-se como um sinal de esperança.

Desde 2000 que a Cruz Peregrina é acompanhada pelo ícone de Nossa Senhora Salus Populi Romani, que retrata a Virgem Maria com o Menino nos braços. Este ícone foi introduzido ainda pelo Papa João Paulo II como símbolo da presença de Maria junto dos jovens. Com 1,20 metros de altura e 80 centímetros de largura, o ícone de Nossa Senhora Salus Populi Romani está associado a uma das mais populares devoções marianas em Itália. É antiga a tradição de o levar em procissão pelas ruas de Roma, para afastar perigos e desgraças ou pôr fim a pestes.

Pela Equipa do GIDAlg, Pe. Miguel Lopes Neto

Categories: AGENDA, Loulé