Algarve

ALGARVE | Cultura prosseguirá com destaque nos investimentos públicos na região

O Município de Faro, em diálogo e concertação com a Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL), com as demais 15 autarquias locais da Região, com o ativo apoio de entidades da sociedade civil, associações empresariais, associativas e culturais, da Universidade do Algarve, Direção Regional da Cultura do Algarve, Direção Regional do Instituto Português do Desporto e da Juventude e da Entidade Regional de Turismo do Algarve, apresentou e defendeu a sua candidatura a Capital Europeia da Cultura 2027.

Faro e o Algarve, através das Autarquias Locais, também pelo Governo na área da Cultura, por projetos concretos de mecenato, com o empenho e dedicação de criadores e agentes culturais, prosseguem em contínuo um investimento sólido e consistente na qualificação de equipamentos culturais, na valorização do património material e imaterial, em eventos em rede.

O Júri internacional que procedeu à elaboração da lista restrita com passagem à fase final de seleção não escolheu o Município de Faro. Contudo, é justo reconhecer os esforços colocados para a apresentação de uma candidatura de mérito, participada, estruturada e com impactos positivos em toda a Região.

José Apolinário

Como Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) da Região do Algarve, entidade responsável pelo acompanhamento na implementação das políticas públicas no território e tendo na sua missão a gestão dos Fundos Europeus de impacto regional, desde a primeira hora associada a esta candidatura, saudando o desafio que  representou a candidatura de Faro a Capital Europeia da Cultura, reafirmamos a nossa firme aposta em defender a mobilização de Fundos Europeus no investimento na área da Cultura, no património histórico-cultural e nas indústrias criativas na Região do Algarve, em proximidade e com um papel decisivo das Autarquias Locais.

Ainda neste primeiro semestre de 2022 estarão concluídos novos investimentos em património e equipamentos culturais com o apoio de Fundos Europeus geridos no Algarve (e.g., nova intervenção de conservação e valorização das Ruínas Romanas de Milreu em Estoi, Exposição Multimédia alusiva aos Descobrimentos e ao Infante D. Henrique em Sagres, reabilitação do Cine Teatro António Pinheiro em Tavira), a somar aos investimentos já finalizados ou aprovados em diversos Municípios, reforçando a oferta cultural, as respostas no domínio das indústrias criativas e da cultura, centrais também para a qualificação e reforço da competitividade da oferta turística da nossa Região.

José Apolinário, presidente da CCDR Algarve

Categorias:Algarve