Loulé

Jantar de Apresentação da Candidatura de Hélder Martins à Câmara Municipal

helder

Hélder Martins apresentou oficialmente a sua candidatura à presidência da Câmara Municipal de Loulé na sexta-feira, dia 22 de fevereiro, num jantar que contou com a presença de cerca de 2000 apoiantes No Pavilhão Desportivo Municipal de Loulé. O pavilhão, a maior sala do concelho, não foi suficiente para todos os que quiseram participar neste jantar e a organização foi obrigada a abrir as portas das bancadas para que algumas dezenas de pessoas pudessem participar também neste momento marcante para o futuro do concelho.

Com a presença de alguns ilustres apoiantes, como Cabrita Neto ou Mendes Bota, reconhecidos militantes social-democratas, este jantar contou ainda com a presença de vários presidentes de câmara algarvios e dirigentes regionais da administração central. Do mundo empresarial o destaque vai para a presença de dirigentes de praticamente todas as associações empresariais do município e da região.

jantar

Foi já com as bancadas abertas ao público que Irina Martins, presidente da JSD/Loulé, iniciou a primeira intervenção da noite saudando a presença de tantos jovens a apoiar a candidatura de alguém, que “vê e aposta nos jovens como atores essenciais para o futuro do concelho”. Num discurso onde abordou algumas das problemáticas que a juventude do concelho enfrenta no seu dia-a-dia, Irina Martins salientou “ a importância e a necessidade da juventude ter uma maior participação pública e cada vez mais ativa na construção do futuro do concelho”.

Bruno Inácio

Bruno Inácio

Apresentado como um exemplo concreto da aposta que Hélder Martins faz na juventude louletana, Bruno Inácio, designado diretor de campanha da candidatura, foi o orador seguinte. Começando por agradecer a presença e apoio de Marcelo Rebelo Sousa, Bruno Inácio destacou a presença do ex-líder do PSD pela importância de ter o apoio de alguém “a quem todos os portugueses reconhecem a capacidade de avaliação”, o que era “um sinal inequívoco da qualidade e capacidade de Hélder Martins enquanto candidato a presidente da Câmara Municipal de Loulé”.

Salientando a necessidade de todos os presentes trabalharem em conjunto para o futuro do concelho, Bruno Inácio garantiu que “esta será uma campanha pela positiva e nunca será uma campanha contra alguém ou alguma coisa, esta é uma campanha pelo futuro de Loulé”.

Seruca Emídio será o mandatário da candidatura de Hélder Martins

Seruca Emídio

Seruca Emídio

Seruca Emídio, atual presidente da câmara municipal de Loulé, começou por recordar aos presentes que Hélder Martins esteve consigo no início do seu projeto autárquico, em 2001, “ele está perfeitamente identificado com o nosso trabalho. Foi o meu número dois e depois saiu, porque foi convidado e também incentivado a ir para a Região de Turismo do Algarve”, pelo que continuou questionando se “haverá alguém melhor do que o Hélder Martins para dar continuidade a este trabalho de 12 anos?”.

O edil louletano aproveitou a ocasião para fazer um balanço do trabalho desenvolvido na última década, lembrando aquelas que foram as áreas prioritárias de intervenção: a educação, a infraestruturação do saneamento básico e da rede viária e ainda os equipamentos em falta.

Numa ação que considerou de revolucionária, Seruca Emídio salientou também a atenção que foi dispensada para a intervenção social, para o ordenamento do território e para a cultura e os eventos. Segundo Seruca Emídio “estas intervenções deram consistência ao maior concelho do Algarve e é nessa base que se tem vindo a construir um concelho com o objetivo do proporcionar o bem-estar e a qualidade de vida das populações, assim como de oferecer oportunidades para todos, tornando, ao mesmo tempo, o concelho mais competitivo para os desafios que se avizinham. E esse será sempre o principal desafio: a capacidade de atrair e gerar investimento que crie emprego”.

Foi neste contexto que Seruca Emídio lançou a questão “que outro concelho do País tem neste momento em perspetiva um investimento privado de perto de 800 milhões de Euros?” para em seguida afirmar claramente que “este património só pode ser gerido por alguém que reúna todos os requisitos que entendemos como necessários E esse alguém está entre nós, é o nosso candidato, é o Hélder Martins”.

Para o atual presidente da Câmara Municipal de Loulé, Hélder Martins, “é de longe o melhor candidato para dar continuidade ao projeto de desenvolvimento económico e social, tal como o traçamos desde o inicio. Não só porque fez parte da equipa, mas pelo seu dinamismo, pela sua variada experiência de vida e pela sua competência, como ficou provado na gestão de uma área tão fundamental como o turismo, que sendo a principal área da atividade económica da região é a que certamente irá contribuir para a retoma e a criação de emprego”.

Por outro lado, “a sua forma responsável, determinada, o seu querer, a sua autoconfiança, a sua maturidade são o garante de sucesso que todos desejamos”, considerou ainda Seruca Emídio que terminou a sua intervenção afirmando que “é por todas estas razões que estamos aqui esta noite para apoiar alguém que está nas melhores condições de entre os candidatos que se apresentam às eleições para corresponder à necessidade e à ambição que sentimos, que queremos e desejamos manter. Por isso aceitei com grande satisfação o convite que me foi formulado para ser o seu Mandatário e aceitei-o com todo o gosto mostrando toda a minha disponibilidade para colaborar no seu desígnio e vontade politica”.

Marcelo Rebelo apoia Hélder Martins

Marcelo Rebelo de Sousa

Marcelo Rebelo de Sousa

Foi com entusiásticos aplausos que Marcelo Rebelo de Sousa subiu ao palco e começou por tecer rasgados elogios a Seruca Emídio a quem ainda destacou “a categoria, elevação, fraternidade e amizade” com que fez a passagem de testemunho para Hélder Martins.

Afirmando que “muitos portugueses gostariam de ter alguém assim como o Hélder Martins em quem votar”, foi enumerando as suas qualidades, que Marcelo Rebelo o considerou “ o mais indicado para receber o testemunho de Seruca Emídio” e, relembrando o percurso de Hélder Martins, referiu-se ao candidato como “ um autarca de base, que começou nas freguesias e manteve-se sempre igual no seu percurso por várias áreas. Não vai aprender como se faz ao chegar porque já sabe o que fazer e, logo no primeiro dia, já saberá onde começar”, e, aproveitando os seus dotes notáveis de comunicador, o atual comentador da TVI chamou também ao palco as três filhas e a mulher de Hélder Martins apontando-as como “a principal base de apoio do candidato”, para em seguida dirigir-se às cerca de 2000 pessoas presentes e elogiar “o espírito de família que sentiu no jantar”. A finalizar a sua intervenção, Marcelo Rebelo de Sousa constatou ainda que “estavam ali várias pessoas, de vários partidos, mas que só têm um partido, que se chama Loulé”.

“Ser presidente da Câmara Municipal de Loulé é uma missão”

helder1

O pavilhão desportivo municipal irrompeu num barulho ensurdecedor com o anúncio da subida ao palco de Hélder Martins. Emocionado com a calorosa receção, Hélder Martins, no seu estilo decidido e entusiasmante, começou por afirmar claramente que estava ali com um compromisso, disponível e com vontade para “um contrato por 4 anos, renovável por mais duas vezes se as duas partes o quiserem”.

Depois de defender uma “campanha pela positiva”, Hélder Martins lembrou aos presentes que “sou da escola da vida e orgulho-me de ter subido a pulso essa escada. Nasci em Querença e hoje moro em Quarteira e não há sítio no concelho que eu não conheça. Já estive no setor público e no setor privado, sei como funcionam”, para depois afirmar que persegue “uma missão, não um emprego” porque acredita “ser capaz de fazer mais e melhor” pelo concelho de Loulé através da sua “capacidade de trabalho e de liderança”.

jantar2

Manifestando a sua vontade em que Loulé se transforme num pólo estratégico, de pensamento cultural, social e político, Hélder Martins identificou como uma das suas principais prioridades “captar mais empresas, mais emprego” apontando ainda para a necessidade de “serem criados mecanismos de recuperação social para os que foram apanhados na curva da crise”, comprometendo-se no sentido de “reforçar parcerias com as instituições sociais e apostar forte na educação e no desporto como forma de desenvolvimento humano”.

Salientando a necessidade de uma correta gestão e rigor financeiro, referiu a importância de se “fazer uma boa gestão dos recursos humanos da autarquia”, assumindo que irá chamar a si as principais decisões nessa área.

jantar1

Para Hélder Martins o interesse coletivo estará sempre à frente do interesse pessoal porque “o meu compromisso é para com o concelho de Loulé, um concelho que se quer liderante na região e no País, com mais qualidade de vida para todos, com mais emprego e onde seja bom viver e trabalhar”.

Assumindo desde logo que conta com todos os munícipes para construir a visão do futuro para o concelho de Loulé, lançou o repto de que “a partir de agora, estão todos convidados a dar o vosso contributo. Queremos apresentar um programa eleitoral participativo” o que, segundo Hélder Martins, “será o primeiro passo para a implantação de um Orçamento Participativo em Loulé” depois das eleições em outubro.

A terminar a sua intervenção Hélder Martins relembrou ainda que aquele momento marcava o início de “uma caminhada que quero fazer com todos os munícipes” para a qual “conto com todos” e que não terminaria na noite das eleições porque “o concelho de Loulé é de todos e para todos, e todos juntos avançamos!”.

A direção de campanha

Categories: Loulé

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.