Desporto

Open Quinta do Peru PGA | Hugo Santos campeão soma segundo título

O MELHOR INÍCIO DE ÉPOCA DE SEMPRE DO Nº1 DA ORDEM DE MÉRITO TEE TIMES GOLF DESDE QUE PASSOU A PROFISSIONAL

Pedro Mello Breyner (Quinta do Peru), Hugo Santos (campeão) e José Correia (PGA de Portugal)

Pedro Mello Breyner (Quinta do Peru), Hugo Santos (campeão) e José Correia (PGA de Portugal)

O jovem golfista quarteirense Hugo Santos está a viver o melhor início de época de sempre da sua carreira profissional e conquistou hoje (terça-feira) o seu segundo título do ano em apenas três meses, no Open Quinta do Peru PGA, de cinco mil euros em prémios monetários, organizado pela PGA de Portugal no Quinta do Peru Golf & Country Club, em Azeitão.

O campeão nacional de profissionais, de 32 anos, somou 141 pancadas, 3 abaixo do Par, após uma segunda volta a cumprir o Par-72 do campo.

A primeira volta em 69 (-3) tinha-lhe garantido uma vantagem de 2 pancadas sobre António Rosado, distância que soube gerir, ao ponto de nem ter sido determinante o bogey sofrido no último buraco.

«Já vou com dois títulos e dois segundos lugares este ano em quatro torneios disputados. Está, portanto, a ser um período bastante positivo e é claro que é sempre bom ganhar. Há um ano fiquei em 2º, este ano venci e sinto-me a jogar bem, apesar das difíceis condições meteorológicas. O drive foi o meu melhor taco no saco e “patar” foi naturalmente o mais difícil porque havia muita chuva e verificavam-se velocidades diferentes nos greens, mas a equipa de manutenção fez um trabalho excelente para podermos concluir o torneio», comentou Hugo Santos.

Com efeito, a forte chuvada levou a equipa de manutenção da Quinta do Peru a escovar alguns greens antes dos jogadores “chiparem” ou “patarem”, para manter o campo jogável até ao fim e esse esforço foi elogiado por José Correia, presidente da PGA de Portugal, e Pedro Mello Breyner, director da Quinta do Peru.

Hugo Santos, o nº1 da Ordem de Mérito Tee Times Golf de 2011 e 2012 inicia assim a temporada de 2013 na liderança da mesma tabela nacional da PGA de Portugal, com os 725 euros do primeiro lugar, ele que na semana passada tinha conquistado o Open de La Monacilla, na Andaluzia, o terceiro dos três torneios do “swing” ibérico do Jamega Pro Golf Tour, uma das terceiras divisões do golfe profissional europeu.

«Foi importante terminar esse “swing” de Portugal e Espanha em primeiro lugar da Ordem de Mérito porque assegurou-me um lugar no Madeira Islands Open do European Tour», acrescentou o algarvio que fora vice-campeão nos dois torneios anteriores na Quinta do Vale (Algarve) e Costa Esuri (Andaluzia).

O triunfo de Hugo Santos no Open Quinta do Peru PGA saldou-se por uma vantagem de 4 pancadas sobre os amadores de alta competição da Federação Portuguesa de Golfe, Gonçalo Costa (campeão de 2012 no Open Pro-Am da Ilha Terceira) e Tomas Silva, este último a estrear-se em torneios do PGA Portugal Tour, depois de ter sido campeão nacional amador em 2010 e duas vezes vencedor da Taça FPG.

O melhor resultado da segunda ronda veio, contudo, de Gonçalo Pinto, com 69 (-3). O recente vencedor do Campeonato Internacional Amador de Portugal terminou em 4º e teria assegurado o 2º lugar isolado, não fosse um duplo-bogey no buraco 18.

O segundo melhor profissional e 5º da classificação geral foi António Rosado, o campeão nacional de 2009, com +3, seguido de Nelson Cavalheiro com +4. Recebe o segundo prémio monetário, de 600 euros e é o nº2 na Ordem de Mérito Tee Times Golf.

O Open Quinta do Peru PGA contou com 30 inscritos, entre os quais três jogadoras A melhor foi Susana Ribeiro, outra amadora da FPG, no 14º lugar (empatada) com +12 (voltas de 80 e 76).

O top-10 do Open Quinta do Peru PGA ficou ordenado do seguinte modo:

1º Hugo Santos (PressPeople/Ping/PGA de Portugal), 141 (69+72), -3, €725,00.

2º Tomas Silva (FPG/Estoril), 145 (72+73), +1, amador.

2º Gonçalo Costa (FPG/Lisbon Sports Club), 145 (73+72), +1, amador.

4º Gonçalo Pinto (FPG/Vilamoura), 146 (77+69), +2, amador.

5º António Rosado (PGA de Portugal), 147 (71+76), +3, €600,00.

6º Nelson Cavalheiro (Oceânico Golf/Nike), 148 (74+74), +4, €500,00.

7º Nuno Campino (My Golf/Arquitectos), 150 (75+75), +6, €425,00.

8º Henrique Paulino, 151 (76+75), +7, €375,00.

9º Sean Hawker (Golf for Greys), 152 (74+78), +8, €350,00.

9º Miguel Gaspar (FPG/Belas), 152 (76+76), +8, amador.

O próximo Open da PGA de Portugal decorrerá no final de Abril, em local por designar.

Hugo Ribeiro

Categories: Desporto, Loulé

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.