Albufeira

Fernando Anastácio reuniu com empresários da AHETA

DEGRADAÇÃO URBANA E AMBIENTAL E FALÊNCIA DA CÂMARA NO CENTRO DAS PREOCUPAÇÕES

f_anastacio_aheta

A degradação geral de Albufeira em termos da sua paisagem urbana e o estado de falência da Câmara, são duas das situações que preocupam a Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA), reveladas num encontro com o candidato socialista à presidência da autarquia, Fernando Anastácio.

Na perspectiva da associação e do candidato, este quadro que condiciona a acção dos empresários e influencia negativamente os resultados das empresas, “só poderá ser ultrapassado numa relação de estreita cooperação entre empresários e uma câmara renovada”  tendo em vista o aproveitamento  fundos do Plano Regional do Algarve para o período de 2014-2020.

Foi entendimento de ambas as partes de que as acções a financiar pelo referido Plano devem ser definidas no âmbito de uma estratégia de melhoria da qualidade da oferta turística de Albufeira,  visando  o seu reforço competitivo no mercado internacional e, consequentemente,  a rentabilização das empresas e do mercado turístico.

“Mais do que uma promoção de fachada, a prioridade da câmara deve centrar-se na qualificação da envolvente urbana e ambiental dos empreendimentos turísticos  com recurso ao financiamento comunitário disponível para os próximos seis anos”, foi a tónica do encontro.

Esta estratégia de requalificação e valorização urbana e dos equipamentos públicos deve ser, segundo Fernando Anastácio e os representantes da AHETA, “eixos  prioritários da intervenção autárquica invertendo a degradação da malha urbana e das suas infraestruturas que se tem observado  nos últimos anos”.

No encontro foi acentuado ainda que os sucessivos aumentos das taxas e impostos municipais “têm minado a competitividade da oferta e já ultrapassaram o limite aceitável” como tem vindo a sustentar o candidato apoiado pela Plataforma Cívica Albufeira Consigo.

Albufeira, considerada a capital do turismo português, detendo 45 por cento das camas do alojamento turístico do Algarve, tem vindo -segundo Fernando Anastácio- a perder prestígio e credibilidade no contexto dos municípios da região, impondo-se uma nova equipa para a autarquia com outra visão e outra estratégia para o futuro, não comprometida com a ruína económica da Câmara e o desastre urbanístico e ambiental.

“Uma nova Câmara, mais eficiente e aberta, capaz de alimentar uma nova relação com os munícipes e visitantes, baseada numa atitude cívica diferente”,  foi o compromisso do Candidato para com os Empresários do Turismo.

O Gabinete de Imprensa da Candidatura

Categories: Albufeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.