Loulé

Esclarecimento sobre os valores da água e esgotos no concelho

agua

No seguimento da notícia veiculada na Comunicação Social e que aponta Loulé como o município com os preços mais elevados de água e esgotos do país, importa fazer um esclarecimento já que a forma como estes dados são apresentados pode induzir em erro dado que os valores em causa não se aplicam à esmagadora maioria dos munícipes louletanos.

Na verdade 5% dos consumidores do Concelho pagam o valor mais elevado de água e esgotos do país mas esses consumidores correspondem a uma ínfima parcela do território do Concelho e com características muito específicas: Quinta do Lago e Vale do Lobo. Estes dois espaços têm taxas fixas associadas ao pagamento de águas e esgotos que tentam, de alguma forma, criar condições de sustentabilidade para o investimento que é necessário fazer nestes espaços e para o grau de exigência dos seus residentes relativamente aos espaços verdes, às infraestruturas de rede viária, etc. Trata-se de uma zona de luxo por excelência, resorts dos mais conceituados da Europa, em que qualidade dos serviços prestados ao nível da manutenção e criação de infraestruturas se paga através destas taxas fixas.

No entanto, estes valores não são aplicados à grande maioria do universo dos consumidores louletanos (95%) que pagam um valor muito abaixo do que é cobrado nestas zonas, que se encontra na média nacional, e comparativamente com alguns municípios do Algarve é até mesmo inferior.

No Concelho de Loulé, um consumidor de água que não tenha esgotos paga por ano, para 10m3, 168 euros, e um consumidor que tenha águas e esgotos, paga um valor de 284 euros, um custo muito inferior aos 498 euros apontados na referida notícia e que corresponde apenas ao valor pago pelos 5% de consumidores que se encontram na Quinta do Lago e Vale do Lobo. Como tal, é incorreta a afirmação de que o munícipe de Loulé é aquele que tem a água mais cara do país.

Município de Loulé

Categories: Loulé

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.