Ocorrências

Três detidos pela GNR indiciados pelo crime de furto

GNR

No dia de hoje, 15 de julho de 2013, o Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial da Guarda Nacional Republicana de Faro deteve três cidadãos portugueses com idades compreendidas entre 37 e 64 anos, residentes em Olhão, indiciados pelo crime de furto de vários bens, nomeadamente de combustível.

As detenções efetuaram-se no seguimento de uma operação de busca domiciliária a quatro residências, um estabelecimento de restauração e três veículos na cidade de Olhão, no âmbito de uma investigação, iniciada há cerca de três meses, por furtos de diversos bens, sobretudo de combustível, extraído de depósitos de áreas de serviço, de viaturas e máquinas industriais.

Após atos investigatórios decorrentes de um furto na zona de Faro, foi possível desencadear a presente ação.

Das buscas resultou a apreensão do seguinte material:

  • 75 munições de diversos calibres;
  • 35 Garrafas de vinho tinto/whiskey
  • Autorádios;
  • 4 Rádios intercomunicadores;
  • diversas ferramentas (2 alicates de pressão, 4 berbequins etc) e gazuas;
  • um passa-montanhas;
  • uma pistola de alarme;
  • recortes de plástico para acondicionamento de doses de droga e uma balança de precisão;
  • baterias de automóveis;
  • 1 jante de um carro;
  • bombas de extração de combustível;
  • jerricans;
  • mangueiras e
  • diversos anéis e fios de ouro.

Presume-se que o diverso material apreendido seja utilizado e outro proveniente de furtos realizados no concelho de Faro nos últimos meses, decorrendo neste momento diligências no sentido de identificar os seus legítimos proprietários.

Os detidos foram notificados para serem presentes amanhã ao Tribunal Judicial de Faro, para aplicação das medidas de coação achadas por convenientes.

Na operação a Guarda Nacional Republicana contou com a colaboração da Policia de Segurança Publica.

O Oficial responsável pela comunicação do Comando Territorial de Faro, Ten-Cor Infª João Manuel Lourenço Antunes

Categories: Ocorrências

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.