AGENDA

Universidade de Verão 2013 | “Compreender a Crise, Reforçar a Cidadania”

 

Este é o tema da quinta edição da Universidade de Verão, que irá levar a Loulé, nos dias 10 a 13 de Setembro, personalidades como José Pacheco Pereira, Castro Caldas, Conceição Gomes, Paulo Morais, Ana Benavente, Martins Guerreiro, Paulo Romeira, Alberto Melo, Andrea Caro, entre outros.

inloco_crise

As questões que irão este ano ser debatidas são fundamentais e urgentes:
O país enfrenta uma das mais graves crises da sua história.
A dívida pública e a dívida externa da economia portuguesa ultrapassaram respectivamente 120% e 437% do Produto Interno Bruto (PIB).
O desemprego atinge na actualidade quase um milhão de portugueses.
O desemprego jovem aproxima-se perigosamente dos 39%. O Estado Social enfrenta um dos mais severos ataques com uma política de cortes generalizados nas prestações sociais e nos salários, ao mesmo tempo que se agrava a carga fiscal sobre as famílias e as empresas.

Neste quadro, é necessário, é vital criar condições para que um número alargado de pessoas compreenda o que está em causa e os resultados das opções tomadas.
Esta Universidade de Verão aposta, claramente, em dois eixos complementares:

  1. interpelar a crise e as suas causas;
  2. explorar respostas sociais e políticas que qualificam as pessoas como cidadãs ao convocá-las para:
    • a recriação da política como espaço de transparência e construção colectiva,
    • a invenção de uma economia – baseada no equilíbrio, inteligência e solidariedade – capaz de satisfazer os humanos e de respeitar a terra.

Universidade de Verão de 2013, organizada pela Associação In Loco, com a colaboração do Centro de Estudos Sociais de Coimbra e o apoio da Câmara Municipal de Loulé, irá decorrer no espaço da Biblioteca Municipal Sophia de Mello Breyner Andresen e na Assembleia Municipal de Loulé.

Associação In Loco

Categories: AGENDA, Loulé

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.