Algarve

Mendes Bota pede averiguação ao fluir do trânsito no Estádio Algarve

mendes_bota

A propósito dos problemas de escoamento de trânsito no Estádio Algarve, aquando da realização do jogo de futebol entre as selecções de Portugal e da Holanda, realizado no passado dia 14 de Agosto de 2013, o deputado Mendes Bota solicitou à Secretaria de Estado do Desporto e Juventude que se proceda a uma averiguação das razões de uma tal anomalia, difícil de entender porque se “as infraestruturas, os acessos e os estacionamentos deste Estádio são do melhor que há em Portugal, há algo no sistema operacional de ordenamento do trânsito que não está a funcionar bem, e que urge corrigir e melhorar para o futuro”.

Mais solicita o deputado, que se realize uma reunião com todas as partes interessadas na matéria (Governo, autarquias de Faro e Loulé, GNR ou outras), destinada a encontrar uma solução duradoura.

Eis o teor integral das Perguntas ao Governo hoje endereçadas:

PERGUNTAS AO GOVERNO

Assunto: ESTÁDIO ALGARVE: MELHORAR O FLUIR DO TRÂNSITO

DESTINATÁRIO – Secretaria de Estado do Desporto e Juventude

Exma. Sra. Presidente da Assembleia da República,

O Estádio Algarve é uma infraestrutura desportiva, construída a propósito do Campeonato Europeu de Futebol de 2004 pelas Câmaras Municipais de Faro e Loulé, realizado em Portugal, que dispõe de condições únicas para a realização de grandes eventos desportivos, musicais ou de outra índole.

Com uma localização estratégica central, junto à Via do Infante (A22), com ligações directas para a auto-estrada para Lisboa (A2) ou para Espanha, acessível pela ER 125, a 8 Kms do aeroporto internacional de Faro, e servido pela estação ferroviária do Parque das Cidades, o Estádio Algarve não poderia estar melhor servido de acessibilidades.

Com capacidade para cerca de 30.000 espectadores, este Estádio dispõe de estacionamento garantido e gratuito para 4.800 viaturas ligeiras e 256 autocarros. Que outros estádios em Portugal podem oferecer tais condições ao público que aflui aos espectáculos? Acresce, que este Estádio dispõe de 20 portas de entrada com 53 torniquetes de leitura óptica.

Nada pode justificar que se verifiquem fortes congestionamentos no trânsito, que desgastam os cidadãos, e levam um número considerável a sentar-se nos seus lugares já depois de o espectáculo ter começado.

Pelos testemunhos que chegaram ao deputado subscritor, foi isto que se passou no passado dia 14 de Agosto de 2013, aquando da realização do jogo de futebol entre as selecções principais de Portugal e da Holanda, que a Federação Portuguesa de Futebol em boa hora agendou, e no qual a lotação do Estádio Algarve foi completamente esgotada.

Trata-se de uma situação que já se tem verificado noutras ocasiões e noutros eventos. Todavia, aquando da realização do Campeonato Europeu de Futebol de 2004, e sob as orientações estrictas da UEFA, não se registaram tais congestionamentos.

Ora, se as infraestruturas, os acessos e os estacionamentos deste Estádio são do melhor que há em Portugal, há algo no sistema operacional de ordenamento do trânsito que não está a funcionar bem, e que urge corrigir e melhorar para o futuro.

Sobretudo na época estival, mas não só, o Estádio Algarve reúne condições ímpares em Portugal para a realização deste tipo de eventos, e a Federação Portuguesa de Futebol merece o reconhecimento dos algarvios e dos turistas que vêm ao Algarve, por colocar esta infraestrutura no calendário da selecção nacional ou de outras competições, contribuindo para promover a região e para o seu desenvolvimento económico.

É neste condicionalismo que, ao abrigo das disposições constitucionais, legais e regimentais em vigor, solicito a V. Exa. se digne obter da Secretaria de Estado do Desporto resposta às seguintes questões:

– Está a Secretaria de Estado do Desporto e Juventude disponível para promover uma averiguação às razões subjacentes aos problemas de congestionamento do tráfico aquando da realização do jogo de futebol Portugal-Holanda, realizado no passado dia 14 de Agosto?

– Está a Secretaria de Estado do Desporto e Juventude disponível para promover uma reunião com a Federação Portuguesa de Futebol, as Câmaras Municipais de Faro e de Loulé, a GNR ou outras entidades intervenientes na matéria para encontrar uma solução duradoura que obvie aos inconvenientes apontados e potencie as excepcionais condições de acessibilidades e de estacionamento de que dispõe o Estádio Algarve?

Lisboa, 29 de Agosto de 2013

O deputado

Mendes Bota

Categories: Algarve

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.