Opinião

SÍRIA | Obama anuncia ‘caça ao homem’

O presidente dos EUA falou há momentos ao mundo sobre a situação na Síria. Pelo que ouvi, Barak Obama anunciou ‘caça ao homem’, ou seja, caça a Bashar al-Assad, o presidente sírio.

Obama anunciou uma intervenção cirúrgica, sem tropas no terreno. Isto poderia significar um ataque cirúrgico de destruição de eventuais fábricas químicas. Como os EUA nunca anunciaram a sua existência, a menos que saibam mais do que quilo que sizem, esta hipótese parece-me inconsistente.

Neste caso, só poderá significar a decapitação do poder, ou seja, ‘caça ao homem’, como os EUA fizeram relativamente a Osama Bin Laden.

Barak Obama disse que os EUA estão preparados para essa intervenção mas não concretizou quando. “Pode ser amanhã, daqui a uma semana ou daqui a um mês”, referiu o presidente norte-americano.

Assim sendo, Barak Obama está a passar a mensagem ao presidente sírio, dando-lhe uma oportunidade para se esconder ou fugir, abandonando assim o poder, evitando igualmente, deta forma, a intervenção norte-americana.

A primeira opinião que ouvi na RTP Informação, por parte de uma comentadora televisiva, foi muito crítica em relação a Obama, por se tratar de um Prémio Novel da Paz, defendendo que tal prémio lhe devia ser retirado.

Pessoalmente, discordo totalmente desta posição. É do domínio público as atrocidades que Bashar al-Assad tem cometido no seu país contra o seu próprio povo. É um assassino. Tem que ser travado. Se a comunidade internacional está relutante em travar esta mortandade, saúdo o presidente norte-americano por pretender fazê-lo.

Quanto ao Prémio Nobel da Paz, é conhecido que às vvezes é preciso fazer a guerra para haver paz. Neste caso, nem de guerra se trata. Quanto mais cedo melhor.

Jorge Matos Dias

Categories: Opinião

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.