Nacional

Depois do Compal Laranja do Algarve, chegou o Compal Banana da Madeira

O Palacete do Lugar de Baixo (Concelho da Ponta do Sol – Madeira) recebeu ontem o secretário regional do Ambiente e dos Recursos Naturais, Manuel António Rodrigues Correia, o director de marketing da Compal, João Nuno Pinto e Jorge Freitas Dias, gerente da Empresa de Gestão da Banana para a apresentação do novo produto da Compal, o Compal Clássico Banana da Madeira.

compal

A conhecida marca Compal, após completar 60 anos de existência no ano passado, decidiu lançar três novos produtos.

Começou por lançar o Compal Ameixa Raínha Cláudia do Alentejo, seguidamente o Compal Laranja do Algarve e, por último, em parceria com a GESBA, o Compal Banana da Madeira.

Na cerimónia, o secretário regional dos Recursos Naturais e Ambiente da Madeira disse que a comercialização da banana da região rende cerca de 12 milhões de euros por ano.

A banana da Madeira envolve 2.900 produtores e 14% da área agrícola da região está afeta a esta plantação.

Da produção, 85% sai destina-se a consumidores fora da Madeira, sobretudo no continente.

O secretário regional realçou que a nova oferta Compal Clássico Banana da Madeira (sumo) é a “criação de valor indireto e notoriedade” através da “associação a uma marca de prestígio”.

Em declarações ao Económico, o director de marketing da Compal para Portugal e Espanha, João Nuno Pinto, revelou que o objectivo é estar presente com o novo Compal Clássico Banana da Madeira em dez mil pontos de venda tanto no retalho alimentar como hotéis, restaurantes e cafés. Em termos de vendas João Nuno Pinto prevê atingir “dois milhões de actos de consumo [unidades]”.

Este novo sabor, que se inclui nos lançamentos alusivos aos 60 anos da Compal, irá ter já a partir de amanhã uma forte campanha de comunicação que passará por ‘outdoor’ tanto em Portugal Continental como na Madeira, acções em pontos de venda, comunicação digital no Google e um passatempo na rede social Facebook que irá oferecer uma viagem ao arquipélago.

Para o gerente da GESBA, Jorge Dias, esta parceria traduz-se numa oportunidade de promover ainda mais a banana da Madeira, que hoje já exporta cerca de 85% da produção para o território Continental.

Fonte: DN e Económico

Categories: Nacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *