Ocorrências

QUARTEIRA | 2 GNR fora de serviço salvam mulher do suicídio

Ficaram mais de duas horas a falar com uma mulher que tentava atirar-se de um prédio.

Ricardo Faria e Carlos Moura decidiram ajudar numa situação "muito tensa"

Ricardo Faria e Carlos Moura decidiram ajudar numa situação “muito tensa”

Dois militares da GNR evitaram o suicídio de uma mulher que queria atirar-se de um sexto andar, num prédio em Quarteira, quando nem sequer estavam de serviço.

Foi cerca das 21h00 do dia 3 de outubro que a GNR de Quarteira recebeu uma chamada a contar que uma mulher se queria atirar de um prédio na Quinta do Romão, naquela localidade. Apesar de não estar de serviço, o 2.º sargento Ricardo Faria estava na esquadra e decidiu ir apoiar a patrulha que se tinha deslocado inicialmente para o local.

“Fiquei cerca de duas horas a tentar demovê-la. Ela estava com problemas conjugais. Chamei o pai, o filho e o marido. Conversámos muito mas havia poucos progressos”, explica o militar, de 28 anos. “Cada vez que me aproximava mais, ela dizia que saltava”, acrescenta Ricardo que, passado algum tempo, recebeu o apoio de outro colega que também não estava de serviço.

O guarda Carlos Moura, 38 anos, que passou pela esquadra para ver a escala de serviço, também decidiu ir ajudar. “Quando cheguei ao local reparei que ela estava com um copo de vinho e pedi para me trazerem outro copo com vinho. Ofereci-lho, ela bebeu um gole e consegui aproximar-me dela. Falámos e ela desistiu de se atirar do prédio. Até saiu a chorar, agarrada aos meus braços. Foi uma situação muito tensa”, descreve.

Fonte: Tiago Griff/CM

Categories: Ocorrências

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.