Ocorrências

Sotavento | 5 autos de contraordenação por infracção à Lei das Armas e à Lei da Caça

Militares do Núcleo de Proteção Ambiental da Guarda Nacional Republicana de Tavira desencadearam durante o dia de ontem, 13 de outubro, uma operação de fiscalização do exercício da caça na área do Destacamento Territorial de Tavira, com especial incidência nos concelhos de Alcoutim e de Castro Marim.

A operação, que teve como objetivo fazer cumprir as restrições quanto às pessoas que podem exercer o ato venatório, terrenos ou locais onde se pode exercer, as espécies animais que podem ser capturadas, os meios e processos de o exercer, assim como verificar os documentos obrigatórios, contou com a colaboração de militares do Posto Territorial da Guarda Nacional Republicana de Alcoutim, tendo sido fiscalizadas um total de setenta (70) viaturas.

1

Da referida fiscalização, maioritariamente a caçadores que regressavam do exercício do ato venatório, resultou a elaboração de três autos de contraordenação por infração à Lei da Armas, devido ao transporte de arma de fogo sem que a mesma possua cadeado de gatilho ou mecanismo que impossibilite o seu uso, tendo sido apreendidas por esse fato duas armas de caça.

2

No decorrer da referida ação, foram ainda elaborados dois autos de contraordenação à Lei da Caça, por terem sido detetadas duas peças cinegéticas de caça sem que fosse apresentada a competente guia de acompanhamento, tendo as mesmas sido apreendidas e entregues à Santa Casa da Misericórdia de Castro Marim.

Na operação foram empenhados oito militares.

Categories: Ocorrências

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.