AGENDA

Católicos algarvios rezam por novas vocações

O Lausperene diocesano (adoração permanente ao Santíssimo Sacramento) tem início no próximo dia 2 de novembro, na igreja paroquial de Quarteira, às 21h00, com a celebração da eucaristia. Terminará a 15 do mesmo mês, com uma celebração na igreja paroquial da Conceição de Faro, pelas 21h00.

Igreja S. Pedro do Mar - Quarteira

Igreja S. Pedro do Mar – Quarteira

Promovida pela equipa formadora do Seminário de faro, esta é uma das iniciativas mais significativas das que realiza no decurso de cada ano pastoral na Diocese do Algarve e integra-se nas ações previstas para a dinamização da Semana dos Seminários, que ocorre a nível nacional entre 10 e 17 de novembro.

O Lausperene mobiliza toda a Igreja algarvia que, durante 15 dias, 24 horas por dia, se une numa cadeia de oração ininterrupta ao Santíssimo Sacramento. Cada paróquia das quatro vigararias existentes na diocese (Faro, Loulé, Portimão e Tavira), cada comunidade, congregação, grupo e movimento católicos da diocese algarvia associa-se a esta iniciativa, com o objetivo de pedir a Deus vocações de consagração, tanto no sacerdócio, como na vida religiosa ou nos institutos seculares.

D. Manuel Quintas, bispo do Algarve salientou, na Assembleia Diocesana deste ano (que teve lugar em Quarteira, no passado dia 21 de setembro), a importância desta iniciativa. “Quando me reúno com os vossos párocos para distribuir o tempo do Lausperene é sempre uma dificuldade, porque os párocos concluem que é difícil mobilizar as pessoas para rezar algum tempo de noite. É assim tão difícil rezar de noite uma vez por ano? Acredito que seja difícil, mas será que não conseguimos vencer essa dificuldade? Olhai que o grupo dos nossos seminaristas deve-se à vossa oração e à vossa adoração eucarística”, afirmou.

O programa do Lausperene pode ser consultado no site da Diocese do Algarve em http://www.diocese-algarve.pt/site/parameters/diocese-algarve//files/File/Lausperene_2013.pdf.

Categories: AGENDA, Algarve

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.