Algarve

«Via Algarviana Júnior» termina depois de 62km de caminhadas

Iniciativa da RTA destinou-se aos alunos de 1.º ciclo

O desafio de percorrer a «Via Algarviana Júnior» terminou para os alunos do quarto ano de onze escolas do Algarve, mas ficou a vontade de voltar à natureza com amigos e família para conhecer outros percursos e viver novas aventuras, garantiram os pequenos caminhantes no fim da iniciativa da Região de Turismo do Algarve (RTA), que levou em passeio 236 crianças entre 28 de outubro e 04 de novembro com o objetivo de as sensibilizar para a importância do contacto com a natureza.

No total, foram seis dias, 236 crianças e quase 62 quilómetros palmilhados pelos alunos das escolas de ensino básico abrangidas pela iniciativa. Por uma manhã, os participantes juniores puseram os sentidos ao serviço da missão de verem com olhos de turista o que a região tem para oferecer a quem procura o património natural e cultural do destino.

E o que encontraram ultrapassou as expectativas: louva-a-deus, vacas, romãs doces prontas para comer, pomares de sequeiro, agricultores, varejadores de oliveiras, tratores, colmeias, ovelhas, bolotas, um pica-pau, tocas de abelharucos, ribeiras, pegas-azuis, cabras, burros, libelinhas e patos.

Equipados a rigor para os passeios, com chapéus estampados com o selo de birdwatching e mochilas às costas, os pequenos viajantes contactaram ainda com os habitantes das aldeias e localidades por onde iam passando e em alguns troços até se cruzaram com grupos de caminhantes de várias nacionalidades que atravessavam a «Via Algarviana» na altura.

«Foi com agrado que percebemos que as crianças gostaram dos passeios pelo seu concelho e que estão agora mais despertas para o produto de turismo de natureza. E o objetivo era esse: transmitir a ideia de que esta é uma região com paisagens naturais distintas, com grande biodiversidade e bom clima até em novembro, e que é divertido pôr os pés na terra para descobrir o outro Algarve, vendo a sua fauna, flora e ouvindo as histórias das gentes das aldeias inscritas no mapa da Via Algarviana», afirma o presidente da RTA, Desidério Silva.

Depois das caminhadas, os alunos foram incentivados a realizar trabalhos manuais e textos na sala de aula com base no que registaram durante a sua passagem pela «Via Algarviana Júnior». Agora será tempo de reunir esses trabalhos e de preparar uma exposição em cada escola para que os alunos que não participaram na ação possam ver e sentir esta rota pelas mãos criativas dos colegas.

A «Via Algarviana Júnior» foi organizada pela RTA em parceria com a Almargem e a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (Direção de Serviços da Região do Algarve), no âmbito da candidatura Via Algarviana II, cofinanciada pelo QREN, via programa operacional PO Algarve 21.

Categories: Algarve

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.