AGENDA

Paulo Morais apresenta obra “Da Corrupção à Crise. Que Fazer?” em mais um Sarau Instável | 29 de novembro

Paulo Morais irá regressar a Silves no próximo dia 29 de novembro, onde apresentará em noite de Sarau Instável a sua mais recente obra “Da corrupção à crise. Que fazer?”. A ação, com início pelas 21h00, é promovida pela Biblioteca Municipal de Silves.

capa

Segundo o autor, este livro vem contrariar duas mentiras colossais que contaminam a sociedade portuguesa: a de que os portugueses andaram a gastar acima das suas possibilidades e a de que não há alternativa à austeridade, apontando a corrupção como a principal causa da crise em Portugal. Para Paulo Morais enquanto o país empobrece, a classe média se extingue e o desemprego alastra, a corrupção continua a aumentar e, com ela, o crescimento da promiscuidade entre a política e os negócios, factos que levam o mesmo a apontar o combate à corrupção como a saída e a alternativa à austeridade.

Paulo de Morais nasceu em Viana do Castelo em 1963. É licenciado em Matemática, com um MBA em Comércio Internacional, e doutorado em Engenharia e Gestão Industrial. Foi dirigente associativo estudantil e iniciou a sua atividade profissional no Ensino Superior. Passou ainda pelo sector empresarial e foi vice-presidente da Câmara Municipal do Porto de 2002 a 2005. Regressou ao ensino e prosseguiu o seu combate pela denúncia dos mecanismos de corrupção em Portugal. Foi membro do núcleo fundador da Transparência e Integridade – Associação Cívica (TIAC), capítulo nacional da organização não-governamental Transparency Internacional, de que é vice-presidente.

De referir que a sessão, para além de se afigurar como uma oportunidade para a reflexão sobre vários temas atuais e incontornáveis, será também espaço para diversos apontamentos musicais com convidados especiais.

Mais informações poderão ser recolhidas com junto da Biblioteca Municipal de Silves através do telefone 282 442 112 ou do endereço de correio eletrónico biblioteca@cm-silves.pt.

Categories: AGENDA, Silves

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.