Europa

Parlamento dá luz verde para co-financiamento de 95%

O Parlamento Europeu aprovou, na sessão plenária de Estrasburgo, a proposta apresentada pelos eurodeputados Portugueses, Luís Paulo Alves e Nuno Teixeira segundo a qual Portugal, e respectivamente as regiões dos Açores e da Madeira, vão beneficiar de uma taxa de co -financiamento de 95% para a política de coesão, até ao final do presente período de programação em Dezembro de 2015.

Luís Paulo Alves

Luís Paulo Alves

A proposta apresentada pelos eurodeputados Portugueses, Luís Paulo Alves e Nuno Teixeira, irá permitir prolongar até Dezembro de 2015 um acréscimo de 10% na taxa de co-financiamento, de 85% para 95%, para todos os projectos relativamente aos fundos europeus (FEDER, Fundo Social Europeu e Fundo de Coesão).

Para Luís Paulo Alves “trata-se de um alívio extraordinário para as finanças dos Açores, da Madeira e de Portugal, no esforço de financiamento dos “projectos comunitários”, sobretudo atendendo ao momento de dificuldades que estamos a atravessar“.

O eurodeputado açoriano salientou ainda que “esta aprovação estende-se também aos fundos comunitários da Agricultura e das Pescas, fundos que são da máxima importância não só nos Açores, como também em Portugal Continental e na Madeira“.

Esta majoração de 10%, estendida até final de 2015, vai ajudar Portugal e as suas Regiões Autónomas, na execução dos programas comunitários, que são da máxima importância para o investimento no crescimento económico e na criação de emprego.

Categories: Europa

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.