Algarve

Separar para Alimentar | ALGAR e a ENTRAJUDA lançam campanha de recolha de embalagens do ecoponto amarelo

A ALGAR, Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos, S.A, representada pelo Administrador Delegado, José Perdigão, e a ENTRAJUDA do Algarve (APPIA – Associação Pró-partilha e Inserção do Algarve) representada pelo Presidente da Direção, Nuno Cabrita, e a Tesoureira da Direção, Ida Martins, assinaram no dia 17 de dezembro, um protocolo, com vista à aquisição de bens alimentares.

A missão é angariar embalagens de plástico, de metal e de cartão para alimentos líquidos (ECAL) que podem ser entregues nas instalações da ENTRAJUDA e na ALGAR.

A iniciativa une as duas instituições em torno de um objetivo comum: a entrega de bens alimentares a crianças dos 0 aos 3 anos de idade, que são apoiadas pelo Banco Alimentar contra a Fome do Algarve (BACF).

A ALGAR compromete-se a receber todas as embalagens de plástico, metal e as embalagens de ECAL que sejam entregues em nome da ENTRAJUDA e a encaminhá-las para reciclagem. Por cada tonelada de embalagens entregue na ALGAR serão adquiridos bens alimentares para as crianças, nomeadamente, leite para recém nascidos, papas e farinhas lácteas.

O protocolo estará em vigor durante um ano, período em que a ENTRAJUDA irá centralizar todos os pedidos de apoio e fornecerá à ALGAR a lista de bens alimentares a comprar.

A ALGAR com a colaboração da ENTRAJUDA está ainda a desenvolver uma campanha de divulgação e sensibilização desta iniciativa de cariz ambiental e social, que se designa por “Separar para Alimentar”.

As embalagens de plástico e metal (como por exemplo garrafas de água ou sumos, sacos, latas ou outros) e as embalagens de ECAL (como por exemplo os pacotes de leite, natas ou outros) depois de escorridas e espalmadas por forma a ocuparem menos espaço, deverão ser colocadas separadamente nos contentores identificados que se encontram nas instalações da ENTRAJUDA.

A ENTRAJUDA, em Outubro deste ano, abriu uma delegação no Algarve, nas mesmas instalações do BACF do Algarve, na Rua Raul de Matos, na Urbanização farense de Santo António do Alto, na cave do Lote 72. Podendo ser contactada através do número 289 872 426.

Mas se preferir poderá ainda entregar as embalagens nos Ecocentros da ALGAR, distribuídos por todo o Algarve. Para localizar a instalação mais próxima, basta ir a www.algar.com.pt.

A ENTRAJUDA e o Banco Alimentar do Algarve, são instituições com objetivos muito parecidos, no fundo, a ideia é recolher bens essenciais e entrega-los a quem precisa.

A ENTRAJUDA recebe, tudo o que temos em casa e já não usamos ou que pensamos reciclar, o material recolhido é distribuído por instituições e famílias.

O Banco Alimentar do Algarve, beneficiário desta campanha, coopera neste momento com 70 instituições e presta apoio a 18.000 pessoas mediante a distribuição de géneros alimentares.

Dos vários pedidos recebidos, 1000 são referentes a crianças dos 0 aos 3 anos de idade, para as quais, diz Nuno Alves, Presidente da Direção do BACF “existe grande carência de bens alimentares próprios deste segmento, nomeadamente, o leite para recém nascidos, papas e farinhas lácteas”.

Por: Gabinete de Comunicação e Imagem da ALGAR S.A.

Categories: Algarve

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *