Opinião

Recupere qualidade de vida…ARTICULE-SE…

Artigo de Opinião de Dr. António Cartucho, ortopedista, membro da Sociedade Portuguesa de Ortopedia e Traumatologia

Dr. António Cartucho

Dr. António Cartucho

O ombro (articulação gleno-umeral) é a articulação com maior mobilidade do corpo humano. Esta grande amplitude advém da mobilização ao mesmo tempo de outras 4 articulações que em conjunto como ombro formam a cintura escapular.

Para um funcionamento normal do ombro é necessário um equilíbrio de forças e sincronização de ações de vários grupos musculares. Alguns destes músculos têm inserções no tórax e mesmo na coluna dorsal e lombar pelo que as alterações posturais, podem por este motivo e pelo fato de alterarem a posição da omoplata no espaço, levar a alterações do funcionamento do ombro. Estas alterações do funcionamento levam á inflamação dos tendões (tendinite) que se não forem tratadas, além da perda de qualidade de vida levam a uma degradação progressiva dos tendões que acabam por romper, comprometendo ainda mais a função do ombro.

O exercício físico que promova uma postura correta e o fortalecimento dos músculos que controlam a omoplata (escapulo-torácicos) e o ombro (coifa dos rotadores) previne o desenvolvimento destes desequilíbrios e promove a sua cura quando estes já estão instalados.

O ombro, em geral após os 65 anos e á semelhança da anca, pode desenvolver uma artrose. Esta doença deforma a articulação, sendo causa de dor e de limitação dos movimentos. Quando a perda de qualidade de vida dos doentes o exige, estes são operados para colocação de uma prótese do ombro. Esta substitui a cabeça do úmero e a superfície lesada da omoplata.

Nos primeiros 3 meses após a cirurgia é feita uma reabilitação em fisioterapia com o objetivo de ganhar mobilidade e força. Após este período é importante manter um correto funcionamento do ombro. A frequência de uma piscina, em regime livre ou em aulas de hidroginástica, em que são aproveitados os efeitos de impulsão e resistência da água para mobilizar o ombro sem a ação da gravidade e fortalecer os músculos da cintura escapular é uma boa opção.

A manutenção de uma postura correta através de exercícios de alongamento e fortalecimento muscular como se faz no Pilates contribuem para um funcionamento correto do ombro. A marcha, com ou sem utilização de pequenos pesos nos punhos, além dos efeitos cardiovasculares e de controlo de peso também contribui para o equilíbrio muscular da cintura escapular.

Em resumo, ombro necessita de uma postura e de um equilíbrio muscular corretos para poder funcionar. O exercício físico adequado à idade e devidamente orientado, contribuiu para um ombro saudável. Em doentes com prótese o exercício otimiza os resultados da intervenção cirúrgica. Agora já sabe! ARTICULE-SE!!

CAIXA:

logo

A Sociedade Portuguesa de Ortopedia e Traumatologia e a Associação Portuguesa das Empresas de Dispositivos Médicos acabam de lançar, em Portugal, a campanha “Vida é Movimento” com o mote “Articule-se”, que visa aumentar o conhecimento sobre as doenças ortopédicas que afetam ossos e articulações e que são a maior fonte de dor e incapacidade em todo o mundo. Esta campanha tem também como objetivos desmistificar o tratamento cirúrgico das doenças ortopédicas e a colocação de próteses, e clarificar os mitos ainda existentes sobre a qualidade de vida das pessoas portadores destes dispositivos médicos.

Categories: Opinião, Saúde

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.