Algarve

ALGAR faz balanço de 2013 e divulga projetos para 2014

 

 

 

A ALGAR, empresa certificada, responsável pela valorização e tratamento dos resíduos sólidos do Algarve, encerra mais um ano de muito trabalho e empenho na melhoria e valorização da qualidade dos serviços prestados no Algarve, ao serviço de cada um e para todos.

algar

Em termos operacionais, em 2013 destacam-se alguns projetos, tais como:

ü      Otimização da linha de planos, através da implementação de um leitor ótico, nas Estações de Triagem do Barlavento e Sotavento.

Permitirá aumentar a quantidade de material a encaminhar para reciclagem, decorrente da adequação entre a capacidade efetiva de processamento nesta linha com as quantidades afluentes a esta, diminuindo assim a taxa de refugo.

Esta operação conjugada com a redistribuição dos recursos humanos na linha de triagem, permitirá obter uma recuperação superior a 10% de materiais-alvo processados anualmente nas duas Estações de Triagem da ALGAR, S.A., o que se traduz num potencial acréscimo anual na ordem das 500 toneladas de plásticos encaminhados para reciclagem;

ü      Aumento da rede de deposição de resíduos de embalagens e otimização dos pontos já existentes com a colocação de contentores metálicos de grande dimensão;

Salienta-se que no ano de 2013 a ALGAR encaminhou para reciclagem via Sociedade Ponto Verde, cerca de 25.000 toneladas de resíduos de embalagem;

ü      Limpeza, desinfeção e manutenção dos equipamentos de deposição seletiva sob a responsabilidade da ALGAR;

ü    Central de Valorização Orgânica.

 

Conclusão dos trabalhos de requalificação/reabilitação da unidade de digestão anaeróbia, sita em São Brás de Alportel, permitindo desta forma à ALGAR proceder ao tratamento de Resíduos Urbanos Biodegradáveis (RUB’s), através das suas duas linhas de processamento RUB´s (10.000 toneladas) e Resíduos Sólidos Urbanos (22.000 toneladas), obtendo como produtos finais energia elétrica e um composto orgânico. Desta forma a ALGAR contribui para a redução da deposição de matéria orgânica em aterro e para a redução da utilização de combustíveis fósseis;

ü    Unidade de Tratamento Mecânico do Aterro Sanitário do Barlavento.

Lançamento do concurso e assinatura do contrato de empreitada, que visa recuperar resíduos recicláveis depositados indevidamente nos resíduos indiferenciados (100.000 toneladas), podendo desta forma valorizar os mesmos encaminhando-os para a reciclagem, reduzindo a deposição em aterro, assim como recuperar e valorizar a matéria orgânica;

ü      Plano Financeiro.

Aprovação de 4 projetos candidatados pela empresa a Fundos Comunitários, nomeadamente:

– Centro Electroprodutor do Sistema de Aproveitamento Energético do Biogás da Central de Valorização Orgânica (CVO);

– Construção da Unidade de Tratamento Mecânico de Resíduos Sólidos no Aterro Sanitário do Barlavento;

– Instalação de uma Central Fotovoltaica na Estação de Transferência de Faro, Loulé e Olhão, para produção de energia para autoconsumo;

– Otimização das Estações de Triagem do Barlavento e Sotavento;

Em 2014, a ALGAR espera continuar a assegurar o cumprimento do objeto social da empresa, com a consciência que a prestação do seu serviço é de fundamental relevância para o desenvolvimento da qualidade de vida da população e dos visitantes da região.

Este ano a ALGAR perspetiva novos desafios, que irão contribuir para a melhoraria dos serviços prestados, destacando-se:

ü      Arranque da Unidade de Valorização de Resíduos Urbanos Biodegradáveis;

ü      Construção da Unidade de Tratamento Mecânico de Resíduos Sólidos, com uma capacidade de tratamento de 100.000 toneladas/ano, no Aterro Sanitário do Barlavento Algarvio;

ü      Construção da Central Fotovoltaica para Produção de Energia para Autoconsumo da Estação de Transferência de Faro/Loulé/Olhão;

ü      Construção do pavilhão oficinal;

ü      Execução da cobertura flutuante da lagoa de lixiviados do Aterro Sanitário do Sotavento;

ü      Recuperação de ecopontos e aquisição de novos equipamentos de deposição seletiva;

ü      Aquisição de novas viaturas afetas à Recolha Seletiva e à Transferência de Resíduos Urbanos;

ü      Substituição dos compactadores da Estação de Transferência de Faro, Loulé e Olhão;

ü      Finalização da remodelação das exposições lúdico-pedagógicas patentes no Veículo de Educação Ambiental e no Centro de Educação Ambiental, bem como criação da nova mascote ALGAR.

A estas ações acrescenta-se ainda as campanhas desenvolvidas anualmente pela empresa no âmbito da Sensibilização e Educação Ambiental, dirigidas às escolas, à população em geral, pequeno comércio e serviços, sempre procurando a motivação e a adoção de comportamentos ambientais amigos que zelem pela preservação e proteção do Ambiente.

A Administração da empresa está empenhada em superar os desafios que o futuro nos reserva.

A ALGAR espera que o ano de 2014 seja de consolidação do empenho da empresa e superação dos desafios futuros.

Por: Algar

Categories: Algarve

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.