AGENDA

Encontro Nacional de Teatro Universitário regressa 16 anos depois | 27 a 29 de março

Após um interregno de 16 anos, o Sin-Cera, grupo de teatro da Universidade do Algarve, vai retomar o Encontro Nacional de Teatro Universitário (ENTU), que decorrerá em Faro, no Teatro Lethes, de 27 a 29 de março.

Nesta quinta edição vão ser apresentadas peças de três grandes grupos de teatro universitário, nomeadamente o Teatro de Estudantes da Universidade de Coimbra (TEUC), que vai apresentar a peça “Vitral”, com direção artística de Leonor Barata, o Teatro Universitário do Porto (TUP), a peça “Já Gastámos as Palavras”, com direção de Vítor Hugo Pontes, e o Sin-Cera, a peça “Cidade Autoada para Mário Cesariny”, com encenação de Rui Cabrita.

Depois da realização dos espetáculos, também decorrerão tertúlias, no Teatro Lethes. No dia 27 a “Atualidade da Obra de Mário de Cesariny” vai ser vista por Rui Cabrita, Rogério Cão e Luís Ene, do Sin-Cera. “Cultura e Educação” é o tema que vai ser apresentado no dia 28 de março, por Luís Vicente, diretor Artístico da ACTA, Alexandra Gonçalves, diretora regional de Cultura do Algarve, e Mirian Tavares, docente da UAlg e coordenadora do Centro de Investigação em Artes e Comunicação, e Rafaela Bidarra do TEUC. A tertúlia do dia 29 de março vai ter como destaque a “Importância do teatro universitário no contexto cultural português”, e terá como convidados Rui Teigão, do Festival Anual de Teatro Académico de Lisboa (FATAL), António Branco, reitor da Universidade do Algarve, Raquel Sousa, do TUP, e Nuno Jorge, do Sin-Cera.

Serão ainda realizados workshops para públicos com ou sem experiência de representação, que decorrerão no auditório do Instituto Português do Desporto e da Juventude.

“Este encontro pretende promover a vida cultural e a educação artística no Algarve, duas componentes imprescindíveis para o desenvolvimento pessoal e académico da comunidade juvenil, nesta região, onde faltam políticas culturais consistentes que valorizem a qualidade de vida dos seus habitantes”, explica o Sin-cera.

O grupo de teatro da Universidade do Algarve considera que este Festival será um evento inovador porque, acima de tudo, “pretende fomentar a partilha de experiências e a descoberta de novas formas de expressão e movimento, colocar o concelho de Faro na rota dos festivais de teatro, promover a educação artística na população juvenil, dar a conhecer o trabalho que se tem vindo a desenvolver em representação da Universidade do Algarve, formar públicos e criar relações de parceria com outros grupos de teatro universitário”.

Recorde-se que face à conjuntura económica atual, o Sin-Cera decidiu apelar à colaboração da comunidade, criando uma campanha de crowdfunding (*) para angariar apoio financeiro, conseguindo, assim, o montante de 2501,00€, que viabilizou a concretização do ENTU.

(*)crowdfunding: termo usado para iniciativas de financiamento participativo / colaborativo. O intuito é que várias pessoas contribuam, com pequenas quantias, de maneira colaborativa, por forma a viabilizar um projeto. É uma forma inovadora de ajudar quem precisa.

Por: UAlg

Categories: AGENDA, Faro

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.