Loulé

PSD dificulta a aquisição do Café Calcinha – Uma posição contra a memória da cidade

A Câmara Municipal de Loulé pretende adquirir o emblemático Café Calcinha situado na zona nobre da cidade, para preservação e salvaguarda da memória social e cultural dos louletanos.

Café Calcinha - Loulé

Café Calcinha – Loulé

Tratando-se de um edifício que foi classificado de Interesse Público Municipal e, portanto, de inegável valor patrimonial, não se aceita que os vereadores do PSD na Câmara Municipal de Loulé tivessem votado contra e que os deputados municipais do mesmo partido, na mesma linha, estejam a criar dificuldades para a aquisição daquele espaço. É bom que se entenda que o Café Calcinha é muito mais que um “produto imobiliário”.

Ao utilizar como pretexto uma pequena diferença do valor a pagar, entre o avaliado oficialmente e o valor final, que foi possível acertar com o proprietário, invocando que se está a fazer mau uso dos dinheiros públicos, o PSD pretende, na verdade, esconder a sua incapacidade para agarrar uma oportunidade que teve entre mãos e que perdeu.

O PS lembra que o pior exemplo de mau uso dos dinheiros de todos nós foi dado em 2006 quando a Câmara PSD comprou um terreno na freguesia de S. Sebastião pelo montante de 749.000 € (setecentos e quarenta e nove mil euros), e que está abandonado sem qualquer utilidade possível.

O PS/Loulé lamenta profundamente esta posição dos responsáveis políticos do PSD/Loulé e espera que a corrijam em tempo útil, a bem do interesse público e da preservação da memória da cidade.

Por: Comissão Política Concelhia da Partido Socialista /Loulé

Categories: Loulé

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.