Ocorrências

Uma centena de viaturas vandalizadas no Sotavento Algarvio, um recorde na região

GNR e PSP estão a investigar as situações, praticadas durante a madrugada de ontem. Suspeitas recaem sobre grupo de jovens, alguns já referenciados.

viaturas_danificadas

Grupo terá partido os vidros das viaturas que encontrou por mera diversão – foto CM

Cerca de 100 viaturas foram vandalizadas durante a madrugada de ontem no sotavento algarvio, numa área entre a Fuseta, no concelho de Olhão, e a cidade de Vila Real de Santo António.

As suspeitas, segundo o CM apurou, recaem sobre um grupo de jovens que, ao que tudo indica, apenas por mera diversão, se dedicaram a danificar os veículos, partindo-lhes os vidros.

Houve casos em que foi quebrada apenas uma janela, noutros todos os vidros da viatura foram estilhaçados pelo grupo.

Nas zonas controladas pela GNR – Fuseta, Cabanas de Tavira, Castro Marim e Alcoutim – foram contabilizados danos em mais de 50 viaturas, referiu ao CM fonte do comando daquela força na região.

Já na área da responsabilidade da PSP, nas cidades de Tavira e Vila Real de Santo António, foram registados danos em mais de 40 veículos.

Segundo o CM apurou, este é o maior número de viaturas vandalizadas numa mesma noite, alguma vez registado na região.

As autoridades admitem, contudo, que o número ainda possa vir a subir pois, explicaram ao Correio da Manhã, “ainda se está a fazer o levantamento dos veículos que foram danificados e muitas pessoas podem não ter ainda apresentado queixa”.

A mesma fonte do Comando da GNR frisou que este é um tipo de crime que “requer queixa”, pelo que os proprietários das viaturas se devem dirigir às autoridades para as formalizar.

As autoridades procuram ainda testemunhas que, durante a madrugada, tenham visto o grupo nesta onda de vandalismo.

Fonte: Ana Palma/João Mira Godinho (CM)

Categories: Ocorrências

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.