AGENDA

Espetáculo de variedades em prol dos Bombeiros de Portimão e da Conferência São Vicente de Paulo | 27 de junho

Perante as dificuldades por que passam a Conferência São Vicente de Paulo e os Bombeiros Voluntários de Portimão, o Rotary Club da Praia da Rocha, na pessoa do seu presidente, Fernando Gião, está a organizar um espetáculo que se realizará na sexta-feira, dia 27 de Junho, pelas 21:30, no TEMPO – Teatro Municipal de Portimão.

artistas_2

Estarão em palco os portimonenses: “Os Compotas”, Edmundo Inácio, Luís Antunes, de Andreia Machado, Catarina Barão, “Os Intocáveis”, e Dário o “Moçe d’um Cabréste”… Participam também o Grupo Coral Adágio; o Duo Em Sol, o acordeonista Nelson Conceição e as fadistas Helena Castro e Antonieta Guerreiro, ambas acompanhadas à viola e guitarra e por Paulo Feteira e Filipe Batista.

artistas_1

Segundo Fernando Gião, «sendo o lema dos Rotários “dar de si, antes de pensar em si”, sempre que solicitados não podemos virar as costas quando nos estendem a mão a pedir ajuda. Foi com essa abertura de coração que aceitámos organizar este espetáculo em prol destas duas instituições portimonenses, a Conferência São Vicente de Paulo e os Bombeiros Voluntários de Portimão, contando para o efeito com a graciosa ajuda de músicos, maioritariamente, locais e outros que não sendo de cá, não se coíbem de ajudar Portimão, a cidade do Algarve com maior número de carenciados, muitos deles envergonhados».

  • SOBRE A CONFERÊNCIA SÃO VICENTE DE PAULO EM PORTIMÃO

A Conferência São Vicente de Paulo, fundada em Paris, em 1833, por um grupo de jovens leigos inspirados na vida e obra de São Vicente de Paulo, espalhou-se pelo mundo. Hoje, em Portugal, é uma Associação de Solidariedade Social composta por leigos cristãos vocacionados para o auxílio aos “mais pobres e envergonhados”. Existe em Portimão desde 1923. Não fazendo parte das instituições beneficiárias do Banco Alimentar, precisa, fundamentalmente, de dinheiro e de alimentos não perecíveis para distribuir pela meia centena de utentes que a si recorre diariamente.

  • SOBRE OS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE PORTIMÃO

Foi formado em 1926, sob o lema “VIDA POR VIDA”. Depois de ter passado por várias instalações, em 1982, o proprietário da Quinta do Morais cedeu uma parcela de terreno, livre de quaisquer ónus ou encargos, destinada à construção do novo quartel. Em 1985, ficaram concluídas as obras de construção e, de imediato, para ali se mudou a Instituição dos Bombeiros onde permanece até hoje, na Rua dos Bombeiros Voluntários.

Em 1992 é fundada a Fanfarra do Corpo de Bombeiros Voluntários de Portimão, que com 22 anos de existência registam mais de setecentos eventos muitos dos quais ao longo do país.

A palavra missão marca os dias desta corporação. Há sempre alguém a precisar de ajuda, há sempre algo mais a construir e a melhorar e com quase 88 anos de existência funciona 24 sobre 24 horas. Mulheres e homens, devidamente credenciados nas diferentes áreas de atuação estão, incondicionalmente, prontos a ajudar o próximo mesmo que para tal seja necessário colocar a sua vida em risco!

Como se depreende, esta instituição precisa constantemente de apoios, a começar pelo combustível necessário para as ambulâncias circularem ou para as reparar como tem acontecido ultimamente, pois o parque automóvel está a ficar “cansado”, poucos sabem qual o papel, na área social, que esta instituição presta à população. Tornarmo-nos associados dos Bombeiros Voluntários de Portimão é uma das formas possíveis de retribuirmos, enquanto cidadãos conscientes e responsáveis que somos, o inestimável trabalho abnegado que estes soldados da paz fazem todos os dias por nós!

Por: Rotary Clube da Praia da Rocha

Categories: AGENDA, Portimão

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.