Lagos

Lagos hasteou Bandeiras Azuis e de Praia Acessível nas suas zonas balneares

Este ano, Lagos voltou a hastear a Bandeira Azul em todas as suas zonas balneares, ou seja, em seis praias do concelho: Luz, Porto de Mós, Meia Praia, Praia da Batata, Camilo e D. Ana. Nas primeiras quatro foram ainda hasteadas a Bandeira Praia Acessível – Praia Para Todos! Município é destino premiado na área ambiental e de acessibilidade

A classificação oficial de uma praia como zona balnear significa que ela é reconhecida como uma área muito frequentada por banhistas, e por essa razão tem de estar sujeita a uma série de normas, regras e cuidados, sobretudo a análises regulares à qualidade da água durante o verão.

A Bandeira Azul, é um galardão instituído pela ABAE – Associação da Bandeira Azul da Europa, que significa exatamente uma garantia da qualidade das águas balneares do concelho, das suas infraestruturas de apoio, bem como das ações de informação e sensibilização ambiental levadas a cabo no município de Lagos.

Para além da Bandeira Azul hasteada em todas as suas zonas balneares, Lagos volta a ostentar este ano, em quatro destas praias (mais concretamente Luz, Porto de Mós, Praia da Batata e Meia Praia), a Bandeira Praia Acessível – Praia para Todos, que garante um acesso mais facilitado a cidadãos com mobilidade condicionada, designadamente através de estacionamento reservado junto ao areal e rampas apropriadas para cadeiras de rodas.

Refira-se que nos últimos 13 anos, Lagos tem sempre hasteado a Bandeira Azul, tendo em 2010, alcançado o seu pleno com a conquista deste galardão de qualidade para todas as zonas balneares existentes em Lagos.

A cerimónia oficial do Hastear das Bandeiras, que decorreu no passado dia 26 de junho, contou com várias presenças, nomeadamente do executivo municipal, do Presidente do Instituto Nacional para a Reabilitação, José Madeira Serôdio; o Vice-presidente da Região de Turismo do Algarve, João Fernandes, o Vice Almirante Álvaro Lopes, Diretor Geral da Autoridade Marítima e Comandante Geral da Polícia Marítima, o Capitão de Fragata, Pedro Pinto, Capitão do Porto de Lagos e Comandante Local da Polícia Marítima de Lagos, representantes do Turismo de Portugal, representante da Administração da Região Hidrográfica do Algarve (ARH), o Presidente da Assembleia Municipal de Lagos, dos patrocinadores e parceiros da campanha de sensibilização ambiental e de diversos outros convidados.

As primeiras Bandeira Azul e de Praia Acessível foram hasteadas na Praia da Luz, local onde decorreram as intervenções oficiais e onde foi entregue à presidente da autarquia, o Prémio Praia Acessível 2013 (2º lugar).

A Presidente da Câmara Municipal de Lagos, Maria Joaquina Matos, começou por agradecer a presença de todos na cerimónia, um momento que considerou “simbólico”, e que representava “o resultado do muito trabalho, responsabilidade e particular atenção que a autarquia presta à área ambiental”.

No que diz respeito ao desenvolvimento da Campanha “Lagos na Onda do verão 2014”, a autarca também agradeceu a todos os patrocinadores da iniciativa, “cujo apoio é indispensável e fundamental para a realização da mesma”. Defendendo que “devemos proteger o ambiente e a natureza, uma vez que é um património que é de todos”, Maria Joaquina Matos referiu, a terminar, que tinha a convicção de que “estas bandeiras são merecidas, tanto pela qualidade que nos orgulhamos de poder ostentar nas nossa praias, como pelo facto de termos a consciência de que a praia deve ser um local que possa ser desfrutado por todos”, referindo-se às praias acessíveis do concelho.

O Presidente do INR – Instituto Nacional da Reabilitação, José Serôdio, também teve oportunidade de subir ao palco para felicitar “o empenho da autarquia nesta área, não só no que às acessibilidades às praias diz respeito, mas às acessibilidades em geral, condição fundamental para uma boa época balnear”, frisou o mesmo. Relembrou que o projeto da Praia Acessível – Praia para Todos, teve início há 10 anos, tendo sido lançado definitivamente no terreno em 2005, e gerado crescente adesão por parte das autarquias desde essa altura. “Embora se encontre ainda longe de alcançar o objetivo final pretendido, que é o de tornar todas as praias acessíveis e passíveis de serem fruídas por todos, este ano, o número de praias candidatas a Praia Acessível já vai em 200 (em 2013 foram 179)”, ressalvou o responsável pelo INR, terminando a sua breve intervenção e desejando a todos uma boa época balnear.”

No final, foi a vez do vice-presidente da Região de Turismo do Algarve, João Fernandes, dirigir algumas palavras aos presentes. Começou por congratular o município por esta iniciativa, e por ter recebido mais um prémio na área da acessibilidade, reforçando que “esta vertente tem um papel relevante num destino turístico como Lagos”. Sublinhando que “o Algarve representa o top, a nível nacional, com 44 praias acessíveis”, o representante da RTA frisou que o facto de Lagos hastear a Bandeira Azul em seis praias, quatro das quais com Bandeira de Praia Acessível – Praia para Todos “vem provar o grande trabalho e empenho da autarquia na promoção de boas práticas”. A terminar, João Fernandes ainda considerou que “o facto do Algarve ter a oportunidade de poder oferecer uma oferta turística para todos”, referindo-se em concreto às pessoas com mobilidade condicionada, “acaba por valorizar ainda mais o nosso país e, neste caso, a região do Algarve, como destino diferenciado”.

Terminadas as intervenções oficiais, passou-se à Entrega do Prémio “Praia + Acessível 2013” pelo patrocinador (Mobilitec), à Câmara Municipal de Lagos, na pessoa da sua presidente, que alcançou o 2º lugar neste concurso, o que resultou na oferta de uma cadeira andarilho. Seguiu-se uma visita ao Centro de Apoio a Pessoas com Mobilidade Condicionada que dá apoio aos utentes da NECI – Núcleo de Educação para o Cidadão Incluso, onde foi realizada uma breve apresentação, por parte do patrocinador, focada nas especificidades da cadeira, acompanhada de demonstração da sua utilização, momento que encerrou a cerimónia oficial da Bandeira Azul. Ao longo do dia, foram hasteadas as restantes bandeiras nas praias de Lagos.

Será de relembrar que as atividades de informação, animação e sensibilização ambiental, integradas na Campanha “Lagos na Onda do verão – Bandeira Azul 2014”, vão marcar presença nas praias de Lagos durante os meses de julho e agosto. Os principais destinatários das atividades de animação são as crianças e jovens, mas haverá também iniciativas para outras faixas etárias, como, por exemplo, o Concurso de Fotografia Digital “Lagos é Natural” que convida a um olhar mais atento e habilita os participantes a ganhar prémios de alojamento turístico. Informações sobre este concurso e respetivas normas de participação estão disponíveis no site do município em www.cm-lagos.pt.

Esta Campanha, organizada anualmente pela Câmara Municipal de Lagos, conta com o patrocínio das marcas Lipton, Ice Tea e Olá – UNILEVER (patrocinador oficial da campanha), e de várias unidades hoteleiras do concelho (Onyria Palmares Beach & Golf Resort ; Tivoli Hotels & Resorts – Unidade de Lagos; Vila Galé Hotels – Unidade de Lagos; Hotel Marina Club Lagos; Hotel Bela Vista da Luz); do Parque de Campismo Turiscampo, empresa Multiserviços e Sopromar.

Tem igualmente o apoio de várias entidades, nomeadamente da Algar S.A.; Águas do Algarve S.A.; Associação A Rocha; Capitania do Porto de Lagos; Centro Ciência Viva de Lagos; Cruz Vermelha Portuguesa (Núcleo de Lagos); Lagos-Em-Forma; Futurlagos; NECI – Núcleo de Educação para o Cidadão Incluso; Santa Casa da Misericórdia de Lagos; Unidade de Saúde Pública do ACES Barlavento / Centro de Saúde de Lagos; ZooLagos e ZooMarine.

Por: Câmara Municipal de Lagos

Categories: Lagos, Turismo

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.