Loulé

As responsabilidades e a atitude de PS e PSD no processo de encerramento de Escolas em Loulé

O processo de encerramento de escolas que está em curso pela acção do governo PSD/CDS é mais uma medida, de carácter economicista que se insere na política de concentração, encerramento e degradação dos serviços públicos contrária aos interesses das populações. Nesse sentido, a CDU levou, quer à Assembleia Municipal de Loulé, quer à Assembleia de Freguesia de Almancil, uma moção que, ao contrário do discurso tantas vezes apregoado pelos seus eleitos locais, mereceu o voto contra dos eleitos do PS e do PSD na AF de Almancil e a sua abstenção na AM de Loulé.

pcp_lle

No caso da AF de Almancil, onde se sublinhava a situação da escola de Escanxinas que o governo quer encerrar, a moção foi rejeitada com os votos contra do PSD e do PS, no caso da AM de Loulé, a moção acabaria por ser aprovada, pese embora as abstenções dos eleitos do PS e PSD.

A razão invocada pelos eleitos designadamente do PS para tal procedimento, residiu no facto de o texto da moção denunciar que, este processo de encerramento de escolas remonta ao ano de 2002, em pleno governo PS/Sócrates, o que é um facto e que pode ser testemunhado pelas mais de 5000 escolas encerradas em todo o país durante esses governos. Como é óbvio, o motivo que levou os eleitos da CDU a invocar tal facto, prende-se com a necessidade de não apagar a realidade nem branquear uma política que, infelizmente para o povo português, vem de trás. Os meandros do processo de encerramento de escolas iniciado nesses governos do PS, que continuou até aos dias de hoje, confirma uma matriz política, ideológica e de classe que se encaixa na prática de políticas de direita, praticadas quer por um quer por outro partido que têm tido a responsabilidade da governação do país, e cujo objetivo é a destruição da escola pública e a sua privatização.

Para a Comissão Concelhia de Loulé é curioso observar, sobretudo em relação ao PS, que se arroga de combater este processo de ataque generalizado à escola pública, que diz estar ao lado das populações, que qualquer coisa sirva, para enveredar por práticas que contradizem e deixam a descoberto a sua vocação de se dizer de esquerda e praticar políticas de direita, causadoras de todos os males às populações que diz defender.

A Comissão Concelhia de Loulé do PCP, ao mesmo tempo que reafirma a sua frontal oposição ao processo de encerramento contra a vontade das populações seja este conduzido por um governo do PS, ou por um governo do PSD, apela à intensificação da luta das populações em defesa da escola e dos serviços públicos que tanto têm sido atacados quer em Loulé, quer no país.

Por: A Comissão Concelhia de Loulé do PCP

Categories: Loulé

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.