Quarteira

Grupo Coral de Quarteira no átrio do Centro Autárquico

O átrio do Centro Autárquico de Quarteira foi palco na noite de domingo, 13 de junho, de uma atuação do Grupo Coral de Quarteira. Um momento de cultura que se deseja se venha a repetir numa cidade que carece de iniciativas culturais pela inexistência de um espaço condigno para as acolher.

O Grupo Coral de Quarteira foi dirigido pelo Prof. Carlos Sousa e acompanhado ao piano pelo Prof. João António de Almeida.

O alinhamento da atuação incluiu os temas Tia Anica (Corridinho Algarvio); Canção do Peregrino (Pe. José Pedro Martins; Coro dos Escravos Hebreus da ópera Nabuco, de J. Verdi; Cantar (versão portuguesa do tema Sing, de Andrew Lloyd Weber; Vois Sur Ton Chemin; Balaio (Tema Popular Brasileiro); Canção de Embalar (Zeca Afonso); Romaria (de Renato Teixeira, popularizado por Elis Regina); Siyahamba (Tradicional Zulu), entre outros. Destaque ainda para a atuação das jovens solistas do grupo, Helena Bernardo e Lúcia Rafael.

Grupo Coral de Quarteira

O Grupo Coral de Quarteira surgiu em 2010, numa iniciativa de um grupo de entusiastas do Banco de Tempo de Quarteira. Ao longo destes quatro anos de existência, tem realizado concertos em Quarteira, Loulé, Albufeira, Tavira, Vila Real de Santo António, Évora e Águeda. O seu repertório é abrangente, entre o sacro, o popular e os espirituais afro-americanos. Tem ainda desenvolvido concertos temáticos.

A Direção Artística está a cargo do Professor Carlos Filipe Ferro de Sousa, professor de Educação Musical na EB2/3 D. Dinis.

O Grupo Coral conta ainda com o apoio do Professor João António de Almeida ao piano e na apresentação dos concertos onde o Grupo Coral de Quarteira é anfitrião.

O grupo coral gostaria de poder contar com mais elementos, sobretudo masculinos, pelo que os interessados poderão comparecer nos ensaios, os quais ocorrem todas as sextas feiras, das 18h às 19h30, na EB2/3 D. Dinis, em Quarteira.

Por: Jorge Matos Dias / PlanetAlgarve

Categories: Quarteira

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.