AGENDA

“Discursos Diretos” com o escritor José Manuel Mendes na Biblioteca Municipal de Loulé | 7 outubro

A 7 de outubro, terça-feira, pelas 21h30, a Biblioteca Municipal Sophia de Mello Breyner Andresen, em Loulé, recebe a presença do escritor português José Manuel Mendes em mais uma sessão dos “Discursos Diretos”, iniciativa realizada no âmbito das comemorações dos 40 anos do 25 de Abril.

José Manuel Mendes

José Manuel Mendes

O poeta, que é presidente da Associação Portuguesa de Escritores, será apresentado por Fernando Cabrita.

José Manuel Mendes nasceu em setembro de 1948, em Luanda. Elegeu a cidade de Braga para viver, onde, desde a adolescência, se destacou como um lutador contra o poder ditatorial instituído pelo Estado Novo, no seio dos movimentos estudantis, associativos e políticos.

Fez o ensino superior em Coimbra, licenciando-se em Direito. Não exercendo a advocacia, dedicou-se à docência, lecionando no ensino secundário entre 1968 e 1980. Finda esta experiência pedagógico/didática, foi eleito deputado à Assembleia da República, onde, durante 11 anos (1980-1991), sempre soube ser um parlamentar convicto na defesa dos ideais democráticos.
Retomando o ensino, ministrou o Curso de Comunicação Social da Universidade do Minho.

Escritor prestigiado no meio intelectual, com cerca de 30 títulos publicados, desde a poesia ao ensaio, o autor manifestou, desde muito jovem, o seu pendor criativo, tendo publicado o seu primeiro livro de poesia aos 15 anos.

Observador de tudo quanto o rodeia, a obra do autor reflete a vivência quotidiana, o passado e o futuro de um povo anónimo. Caracterizados por um grande rigor estético e formal, os seus textos deixam transpirar as profundas preocupações sociais de quem, segundo Maria Augusta Silva, in Diário de Notícias de outubro de 1998, “sonha em cada sonho um mundo mais sonhado. Mais humanizado”.
A sua atividade literária desenvolve-se também através da sua participação em jornais e revistas culturais portuguesas e estrangeiras, programas na RDP e na Rádio Universidade do Minho (RUM), e igualmente na programação cultural da Feira do Livro que se realiza anualmente em Braga, não esquecendo a sua responsabilidade na organização de belos momentos de poesia recitada levados a cabo em vários países, nomeadamente Portugal, Espanha, Brasil, França, Alemanha e Bélgica. Como consequência deste trabalho, foi editado pela RUM, em novembro de 1998, um CD intitulado Últimos Barcos, com poemas da sua autoria.

Autor de uma obra multifacetada, são os seguintes alguns dos seus títulos: Contos – Ombro, Arma! (1978) e O Homem do Corvo (1989); Romance – Despir de Névoa (1984); Poesia – A Esperança Agredida; Limiar da Terra (1983); Rosto Descontínuo (Antologia Poética, 1992) e Presságios do Sul (1993).

No final da sessão, o autor irá autografar as suas obras.

Esta iniciativa tem entrada livre.

Por: Município de Loulé

Categories: AGENDA, Loulé

1 reply »

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.