Desporto

Vitória para Elisabete Jacinto no 2.º dia do Africa Race

Ao segundo dia de Africa Race, Elisabete Jacinto conquista o seu primeiro triunfo. A equipa OLEOBAN® terminou a segunda especial desta maratona africana em primeiro lugar entre os camiões ao percorrer os 377 quilómetros, entre Jorf El Hamam e Tangounite, em 4h46m08s.

Foi uma jornada longa e difícil, mas os portugueses conseguiram imprimir um ritmo consistente e acabaram por ultrapassar todos os seus adversários tendo terminado o setor seletivo com uma vantagem de 6m28s sobre o segundo classificado da categoria.

Com este resultado, e após a etapa de ontem, o trio português composto por Elisabete Jacinto, José Marques e Marco Cochinho ascende ao segundo lugar entre os T4 e assume a 10ª posição da tabela auto/camião. Neste momento, apenas quatro segundos separam Elisabete Jacinto do primeiro posto da categoria que é ocupado pelo checo Tomas Tomecek.

O setor seletivo não foi fácil para a portuguesa: “a etapa foi, mais uma vez, difícil. Era longa, sinuosa e muito cansativa. Mas, fizemos um percurso sem problema e mantivemos sempre o nosso ritmo. Acima de tudo mostrámos que temos um andamento sólido e consistente e conseguimos obter um bom resultado. Logo no início da etapa, à saída das dunas, apanhámos o Kovacs parado e mais à frente vimos um dos Kamaz enterrado na lama e acabámos por beneficiar dos atrasos dos adversários. Estamos felizes por esta classificação”, revelou Elisabete Jacinto.

A terceira etapa do Africa Eco Race 2015 decorre entre Tangounite e Assa e conta com um longo sector seletivo de 433 quilómetros. Assa é uma cidade situada numa região desértica do sul de Marrocos. As paisagens deste terceiro dia de corrida são de uma beleza estonteante. No entanto, os pilotos não terão muitas oportunidades de contemplar estas imagens pois as pistas acidentadas e traiçoeiras, típicas por estas paragens, vão tornar o dia bastante difícil

Por: Anabela Martinho

Categories: Desporto, Nacional

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.