Loulé

JS Loulé faz balanço “extremamente positivo” do primeiro ano de mandato

Já passou mais de um ano desde que Hélder Semedo e a sua equipa constituída por Josiana Forte, Andreia Bernardo, André Correia, Mateus Rocha, Andreia Abrantes e João Conceição Silva assumiram a liderança da Juventude Socialista no Concelho de Loulé e o trabalho alcançado demonstra a importância que a juventude tem na dinamização e promoção de práticas cívicas e políticas positivas.

É uma equipa que conseguiu, no meio de uma profunda ruptura política a nível nacional, no meio de uma crise interna no seio do Partido Socialista, que levou às primeiras eleições primárias em Portugal, e no meio das mais variadas disputas a nível regional, manter um elevado nível de participação política, tanto local como em todo o Algarve. Falar da Juventude Socialista de Loulé não é tarefa fácil, nem nunca foi, porque existe sempre uma coisa para se dizer.

Os jovens socialistas realizaram uma recolha de diversas iniciativas solidárias, desde a doação de bens alimentares a instituições do concelho de Loulé, visitaram e criaram pontes com diversas entidades do concelho e da região, procurando evidenciar soluções para os seus problemas. Apresentaram propostas para problemas do Concelho, como a construção do Skate Parque na cidade de Loulé e a construção dos Parques de Street Workout e lutaram por questões tão importantes como a manutenção dos serviços de urgência do Centro de Saúde de Loulé.

Manifestaram o seu descontentamento, reunindo com diversos responsáveis associativos, educativos, políticos e ambientais do nosso grande Concelho.

Debatemos a participação política da juventude com a colaboração das juventudes partidárias com assento na Assembleia Municipal de Loulé e, com a colaboração da Escola Secundária de Loulé, a adopção de crianças por casais do mesmo sexo, a violência domestica e a igualdade de género, as questões de segurança no Concelho, reunindo com as Forças de Segurança da GNR, bem como na implementação de grandes superfícies comercias no concelho, tais como o IKEA, Alma Plaza, Continente na cidade de Quarteira, Aldi na freguesia de Boliqueime e a Cidade Lacustre, em Vilamoura.

Para além disto, incentivámos a doação de sangue em colaboração com os Serviços de Doação de Sangue do Hospital de Faro e da prática desportiva.

Aumentámos a presença da JS Loulé, quer na comunicação social, quer nas redes sociais, bem como criámos, ao longo do último ano, uma relação institucional com toda a comunicação social da região, o que, ao contrário do que muitos pensam, é de grande e inegável qualidade e rigor.

Reunimos com as Associações de Estudantes com sede no concelho, bem como com a Associação Académica da Universidade do Algarve, mostrando que não existem limites para a participação cívica e política dos jovens.

Reunimos com entidades desportivas, culturais, sociais e artísticas.

Promovemos ainda um diálogo permanente com todos os dirigentes das associações de estudantes do Concelho de Loulé, bem como com os autarcas do concelho, permitindo assim uma maior interligação entre o que fazemos e o que realmente são as reais necessidades da comunidade de Loulé, em especial a comunidade jovem do maior concelho do Algarve.

Se existe uma razão para que os jovens no Concelho de Loulé pensem em aumentar a sua participação política e cívica, uma dessas razões, sem dúvida, chama-se Juventude Socialista de Loulé.

Por: JS Loulé

Categories: Loulé

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.