AGENDA

V Centenário do Nascimento de Santa Teresa de Jesus assinalado por Encontro de Espiritualidade | 16 a 18 de janeiro

Um encontro de espiritualidade sobre Santa Teresa de Jesus, intitulado “À ‘Conquista de Castelos’”, que terá lugar de 16 a 18 de janeiro na casa de retiros de S. Lourenço do Palmeiral, em Alcantarilha, é a iniciativa promovida pela congregação das Carmelitas Missionárias, que assinala o V centenário do nascimento desta Santa.

Santa Teresa de Jesus - imagem Folha de Domingo

Santa Teresa de Jesus – imagem Folha de Domingo

Este encontro terá como conferencistas o padre Agostinho Leal, da Ordem dos Carmelitas Descalços, e frei Francisco Rodrigues, da Ordem do Carmo. O grande objetivo do evento é o de conhecer, aprofundar e vivenciar a experiência mística de Santa Teresa de Jesus.

Conferências, dinâmicas de leitura teresiana, oração em comunidade e celebração da eucaristia, trabalhos de grupo, espaços de diálogo, partilha e convívio, bem como um encontro para jovens a realizar na tarde e noite do dia 17, são algumas das propostas para estes dias de atividade, que terão início pelas 20h00 do dia 16.

Para participar os interessados deverão efetuar a sua inscrição até ao dia 10 de janeiro através do email gloriacmfaro@gmail.com ou dos telefones 289862784 ou 967827898.

As comemorações  desta data, que se iniciaram a 15 de outubro de 2014 e terminarão a15 de outubro de 2015)  têm vindo a ser preparadas desde 2009, estando previstos os mais variados eventos, incidindo sobretudo na leitura, meditação e estudo dos escritos da Santa de Ávila e estando a ser programadas iniciativas para todas as dioceses de Portugal.

Teresa de Ávila nasceu a 28 de março de 1515 e, após ter entrado no convento carmelita de Nossa Senhora da Encarnação, promoveu a renovação da Ordem do Carmo, tendo fundado o primeiro convento da nova família carmelita descalça em 1562, dia em começou a chamar-se Teresa de Jesus. Foi responsável pela reforma da Ordem dos Carmelitas em Portugal juntamente com São João da Cruz, processo do qual saiu, em 1593, o ramo dos Carmelitas Descalços. Morreu em Alba de Tormes (Salamanca) em 1582 e foi proclamada doutora da Igreja por Paulo VI em 1970.

Por: GIDAlg

Categories: AGENDA, Silves

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.