Lagos

Município de Lagos recolhe mais de 3 toneladas de óleos alimentares usados

Em 2014 foram recolhidas mais de 3 toneladas de Óleos Alimentares Usados (OAU). É a prova de que as questões ligadas ao ambiente continuam a fazer parte das prioridades dos munícipes de Lagos, registando-se uma forte adesão da população aos projetos nesta área.

Durante todo o ano 2014 foram recolhidos dos 14 oleões distribuídos pelo Município de Lagos, cerca de 3,4 toneladas de Óleos Alimentares Usados (OAU), verificando-se ainda uma forte adesão da população ao projeto. Ainda assim, e apesar do alargamento da rede com a inclusão de mais oleões, registou-se um pequeno decréscimo nas quantidades recolhidas face ao ano anterior (na ordem dos 15,9%), o que poderá justificar-se pelo registo de alguns furtos nos oleões ou, eventualmente, pela redução no consumo, que tem conduzido, de uma forma geral, à redução dos resíduos produzidos. Constatou-se ainda que os meses de janeiro, maio e agosto foram os que registaram uma maior quantidade de OAU recolhido, com valores de 334,20 Kg; 358,80 Kg e 450,80 Kg, respetivamente. O oleão existente junto ao Mercado de Santo Amaro é o que continua a apresentar uma maior produtividade, com cerca de 1,3 toneladas de OAU recolhidas ao longo de 2014. Para além das quantidades recolhidas nos oleões, foi ainda possível recolher nos estabelecimentos de ensino do Município que aderiram ao Projeto de Recolha de Óleos Alimentares Usados, nas Escolas (JI/EB1 de Espiche; EB1 de Bensafrim; JI/EB1 de Santa Maria; EB1 nº1 de Lagos), cerca de 0,4 ton. de OAU.

Para o corrente ano letivo, o projeto foi alargado aos estabelecimentos privados de ensino, tendo-se registado um aumento considerável do nº de escolas e turmas inscritas, num total de 8 escolas e 27 turmas de diferentes níveis de ensino, desde o pré-escolar até ao 9º ano, designadamente: Escola EB 2,3 das Naus; Escola JI/EB1 de Santa Maria, Escola EB1 de Bensafrim, Escola EB1 nº1 de Lagos, Escola JI/EB1 de Espiche, Colégio de São Gonçalo, Colégio Bambino e Colégio Internacional do Vale Verde.

A propósito, relembre-se que este óleo é recolhido pela empresa Reciclimpa e é encaminhado para a reciclagem promovendo-se deste modo a sua valorização (o óleo pode ser reutilizado para a produção de sabão ou de biodiesel – biocombustível).

Informações mais detalhadas sobre esta temática em www.cm-lagos.pt (item Ambiente).

Por: Município de Lagos

oleao

Categories: Lagos

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.