Ocorrências

GNR identifica cidadãos em Albufeira e Loulé por furto

Militares do Subdestacamento Territorial da Guarda Nacional Republicana de Albufeira identificaram ao final da tarde de ontem, 13 de abril, duas cidadãs portuguesas de 26 e 34 anos de idade indiciadas pelo crime de furto em interior de estabelecimento comercial.

Durante a tarde, no decorrer de uma ação de patrulhamento de proximidade desencadeada na cidade de Albufeira, os militares foram alertados para a ocorrência de um furto a estabelecimento comercial localizado nas imediações da Câmara Municipal daquela cidade, sendo que a pronta e diligente ação da patrulha permitiu intercetar as suspeitas escassos minutos após a consumação do ilícito.

Quando foram abordadas pela patrulha, as cidadãs já se deslocavam de forma apeada em direção à sua residência, transportando consigo o produto do furto, nomeadamente diversos produtos de higiene, bijuteria e atoalhados, entre outros artigos que se encontravam para venda no interior da loja alvo de furto.

As cidadãs, residentes em Albufeira, socorreram-se de um trolley e de sacos de compras para consumar o furto e ocultar os bens subtraídos, os quais, depois de apreendidos, foram restituídos ao legitimo proprietário.

Também ontem, em Loulé, ao final da noite, militares do Posto Territorial da GNR local intercetaram um indivíduo que se encontrava numa área residencial daquela cidade com uma atitude suspeita, observando o interior de veículos e de residências, situação que despertou a atenção de um popular que informou a GNR.

Na posse das características do individuo, os militares conseguiram localizar o mesmo numa outra artéria de Loulé, verificando que se tratava de cidadão já referenciado pela prática de furtos, sendo que, no seguimento da revista pessoal de segurança que lhe foi efetuada, foi possível apreender uma chave de fendas e um X-ato, objetos presumivelmente utilizados para consumar furtos em veículo, ilícito pelo qual foi detido em 2014 e no passado mês de março.

O indivíduo, residente em Loulé e detido no âmbito da presente ação por gravação ilícita de imagens, está a ser presente ao Departamento de Investigação e Ação Penal de Loulé para aplicação das medidas de coação achadas adequadas.

Por: GNR – Comando Territorial de Faro

Foto de arquivo - Jorge Matos Dias / PlanetAlgarve

Foto de arquivo – Jorge Matos Dias / PlanetAlgarve

Categories: Ocorrências

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.