Ocorrências

Luís Durão enforcou-se | Angústia e Desespero leva ao Suicídio

Na madrugada de domingo, dia 31 de maio, um dos sem-abrigo da cidade de Quarteira dormia no seu banco, no Terminal Rodoviário, quando, cerca das 4 horas, foi acordado pela GNR, dizendo que saísse dali. Ao levantar-se, deparou-se com um cenário macabro: na armação metálica do telheiro sobre o banco em frente, estava pendurado outro sem-abrigo.

A angústia e o desespero resultante deste sistema político montado pela troika e pelo governo, levara-o ao desespero.

Apenas mais um entre muitos outros casos que têm ocorrido um pouco por todo o país nos últimos anos.

As estatísticas dizem que o número de suicídios em Portugal tem subido anormalmente deste que estes senhores subiram ao poder.

Luís Durão foi a mais recente vítima do sistema. Enforcando-se, foi a fórmula que encontrou para resolver todos os seus problemas de uma só vez.

Naquele dia, o corpo foi levado para o Instituto de Medicina Legal de Faro, onde se encontra numa câmara frigorífica à espera que surja alguém a reclamar o corpo.

Se o caso foi abafado, se não há informação nenhuma sobre o ocorrido, como podem os eventuais familiares, se existirem, reclamar o corpo?

Até quando ficará o corpo naquela câmara frigorífica?

Por outro lado, este caso vem demonstrar a facilidade com que uma pessoa se pode enforcar ali: Basta subir a um banco, pendurar uma corda na estrutura metálica e deixar-se cair para o lado. Aquele telheiro a tão pouca altura dos bancos seria uma situação a rever para impedir novos casos.

LG (leitor identificado)

Categories: Ocorrências, Opinião

5 replies »

  1. TRANSCREVO COMENTARIO DO BLOG MACLOULE QUE SUBSCREVO INTEGRALMENTE

    Comigo Ninguém Ficará Para Trás, Lembram-se?

    Aqui está uma notícia política e ideologicamente fabricada. É óbvio que a austeridade produz miséria e suicídios em série. Mas tudo se passa como se não existisse Junta de Freguesia de Quarteira e o respectivo Presidente e não existisse Presidente da Câmara de Loulé e o respectivo Presidente. Há quanto tempo viviam por ali os sem-abrigo Dr. Vítor Aleixo? Ninguém sabia? Ninguém tinha conhecimento? Alguém interviu? Ninguém ficará para trás. Lembra-se? Talvez ande distraído e com muito que fazer a pôr a sua assinatura nos grandes negócios privados do concelho.

  2. Não se trata de uma peça jornalística mas sim de um artigo de opinião, conforme a categoria em que se insere, da inteira responsabilidade do autor. O PlanetAlgarve respeita o direito de opinião e não exerce censura sobre os artigos recebidos.

  3. hé pá ,já agora aumentem tambem a altura de todas as pontes e alpendres em Portugal,nao vá o diabo tecêlas..

  4. É fácil culpar o governo e a Troika e a união europeia e o FMI. E tudo o que vocês quiserem.
    Para mim notícia mal escrita e está mal estruturada, fracos argumentos e ausência da procura pela verdade, e mostra muita imparcialidade política.
    É difícil assumir a culpa dos erros cometidos no passado que agora tem que ser combatidos com muito mais dificuldade. Disso ninguém fala.
    Isto não é uma notícia é uma crítica e usaram a situação em questão para o fazerem.
    O que eu acho uma falta de respeito.

  5. Quem é este animal que escreveu esta notícia? O que tem a ver o enforcamento de um sem abrigo com política? Que cambada de jornalistas parvalhoes que Ja nao sabem escrever …deu mais importancia à politica que a morte de um ser humano só é pena não ser seu familiar .

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.