Loulé

XXVI Festas Populares de Boliqueime 2015 (32 fotos)

A Junta de Freguesia de Boliqueime promove este fim de semana, dias 3, 4 e 5 de julho, a vigésima sexta edição das Festas Populares de Boliqueime, no recinto da Igreja Matriz.

Segundo a autarquia, “esta é uma iniciativa que pretende recordar os hábitos e costumes de outros tempos, baseando-se principalmente no convívio popular”.

A iniciativa tem um vasto leque de artistas e grupos de música tradicional portuguesa.

As instituições que participam neste evento são: Associação Cultural, Clube Desportivo e a Lua de Sementes, todas de Boliqueime.

Estas instituições têm a cargo a montagem das Tasquinhas no adro da Igreja e a demonstração dos usos, costumes e tradições. Um espaço que, ainda segundo a JF Boliqueime, “tem como objetivo a promoção da gastronomia local, o apoio e dinamização do associativismo da freguesia, propondo-se construir um espaço privilegiado de encontro entre boliqueimenses e visitantes com as associações socioculturais e desportivas”.

A abertura oficial das Festas Populares ocorreu ontem pelas 20 horas. Hoje e amanhã a abertura será às 19 horas.

Entre os presentes neste primeiro dia, destaque para a presença do presidente da Junta de Freguesia de Boliqueime, Rui Mogo, acompanhado pelo seu executivo, pelo presidente da Assembleia Municipal de Loulé, Adriano Pimpão e pelo vereador da CML, Hélder Martins, entre outros.

Uma nota de destaque para a presença de muitos visitantes de todo o Concelho de Loulé, de Albufeira e de outros pontos do Algarve, bem como muitos emigrantes e veraneantes, com os quarteirenses a marcarem presença em força com inúmeros grupos de amigos, entre os quais um grupo da paróquia de Quarteira com o Padre Joaquim Campôa, pároco da freguesia.

A organização está a cargo da Junta de Freguesia de Boliqueime com o apoio da Câmara Municipal de Loulé.

Por: Jorge Matos Dias / PlanetAlgarve

Categories: Loulé

2 replies »

  1. De Boliqueime também sou eu/mas não alinho com Cavaco/sou filho da Plebe,sou plebeu/sou um algarvio de pataco.

  2. Eu,natural de Boliqueime,sou filho de pobres trabalhadores do campo e um simples operário emigrante na Holanda onde resido desde 1964 e já velhote,92 anos de idade e foi por acaso que descobri êste Blog Planet Algarve e é com curiosidade que leio as suas Notícias.Aqui deixo o meu comentário de simples emigrante algarvio.A Pátria-Mãe p’ra mim madrasta/ empurrou-me p’rà emigração/e maldita seja a Governação/que Portugal p’rà miséria arrasta.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.