Algarve

ACRAL preocupada com impactos da indefinição política na economia

A ACRAL está “preocupada” com a atual situação política do país e apela ao “bom senso” e “sentido de Estado” das forças partidárias envolvidas no processo de negociação para a formação do próximo governo.

“Não traçamos cenários políticos, mas sabemos o quanto a estabilidade é fundamental para a atividade económica do país”, salienta Víctor Guerreiro, presidente da associação empresarial.

A indefinição quanto à formação do próximo governo, acrescenta o dirigente associativo, poderá ter consequências a médio prazo para a economia: “a indefinição política afeta a necessária previsibilidade da política economia, retirando confiança aos investidores, com um inevitável impacto na criação de riqueza e emprego”.

Para o presidente da associação multissetorial, “desestabilizar o país agora pode colocar em causa todos os sacrifícios levados a cabo pelos portugueses ao longo destes últimos quatro anos”.

A indefinição política, recorda Víctor Guerreiro, “já atingiu as ações da banca e levantou preocupações junto das agências de rating”.

Portugal, conclui o presidente da ACRAL, “ainda tem muito trabalho a fazer, caso contrário a recuperação recente terá sido apenas cíclica – e existe um risco de recaída”.

Victor Guerreiro - Presidente da ACRAL

Victor Guerreiro – Presidente da ACRAL

Categorias:Algarve