Loulé

Ex-líder da JS Loulé diz-se preocupado com o encerramento do INUAF

Hélder Semedo mostrou-se “preocupado” com o encerramento do Instituto Superior Dom Afonso III em Loulé e apelou à manutenção do espaço como polo de educação, através de uma unidade de formação e aprendizagem ao longo da vida.

“O ex-presidente da JS Loulé está preocupado com o encerramento do Instituto Superior Dom Afonso III, considerando que esta situação é dramática para o concelho e que urge encontrar novos desafios para estas instalações, que ficarão devolutas, numa perda que pode ser irreparável se nada for feito com urgência”, nota o socialista.

Semedo lembra que o INUAF “contava com onze cursos acreditados” que “vão simplesmente desaparecer” levando à perda “de toda uma dinâmica social e educativa” da cidade de Loulé.

“Perante esta situação, o ex-presidente da JS Loulé solicitou o agendamento urgente de uma reunião com a direção do Instituto, no sentido de perceber a estratégia e de definir um diálogo tendente a uma solução boa para todas as partes” nota em comunicado.

A par disso, o jovem socialista irá propor, que a autarquia “promova um estudo urgente sobre alternativas a localizar naquele campus universitário, mantendo aquele polo de educação no concelho”.

O ex-líder sugere ainda “a criação, naquele espaço, de um polo de formação e aprendizagem ao longo da vida, em articulação com o Centro de Emprego, o próprio instituto, através da mobilização de uma equipa técnica de ambas as instituições para candidaturas estratégicas aos fundos comunitários” finalizou.

Por: JS-Loulé

Categories: Loulé