Algarve

PSD Algarve convida PS a reduzir e suspender parcialmente as portagens na A22 (Via do Infante)

Reuniu no passado sábado, 11 de março a Comissão Política Distrital do PSD/Algarve, em Lagoa, dando continuidade ao projeto de aproximação aos social-democratas algarvios. Na referida reunião participaram as estruturas locais e os eleitos para todos os órgãos concelhios, respetivamente assembleias e juntas de freguesia, assembleia municipal e câmara municipal, o que permitirá efetuar um diagnóstico mais aprofundado das realidades locais e regional e que nos servirão de base ao processo autárquico de 2017. 

Dos temas em discussão, destacaram-se pela sua relevância local, e regional, a conclusão das obras de requalificação da EN 125; as portagens na Via do Infante (A22), o desassoreamento do Rio Arade e as estruturas de saúde no Algarve.

No que concerne às obras de requalificação da EN 125, preocupa os social-democratas o atraso que se verifica nos seus trabalhos, que permitem antever que a obra se irá prolongar para além do verão, o que causará enormes prejuízos para a economia local, bem como o aumento exponencial dos atrasos que as referidas obras provocam, aos seus utentes, tomando como exemplo a ligação de Lagoa a Portimão (cerca de 10Km), hoje demora cerca de uma hora,  e que afetarão muito negativamente o turismo algarvio, em virtude dos enormes atrasos que causaram na circulação de pessoas e bens. Nesse sentido, ficou decidido que o PSD/Algarve, através dos seus deputados na Assembleia da República, irá formalmente endereçar um requerimento ao Governo para que este determine à suspensão da cobrança de portagens na A22 no troço entre Faro e Lagos enquanto estiverem a decorrer as obras de requalificação da EN 125, entre Faro e Vila do Bispo.

Ainda no que concerne à A22 (Via do Infante), o PSD/Algarve, convida PS a reduzir imediatamente, as portagens na Via do Infante em pelo menos 50%, cumprindo assim uma sua promessa eleitoral, e dando concretização a uma “carta” enviada em 12 de outubro de 2015, pelo então deputado José Apolinário, exigindo-o, ao governo de então.

Relativamente ao desassoreamento do Rio Arade, atendendo ao facto de Portugal já não se encontram sob tutela financeira da Troika, o PSD/Algarve irá apelar ao Governo para que este retome o Plano de Requalificação e Desassoreamento do Rio Arade, cujas medidas protagonizadas, com alguns ligeiros ajustamentos, entendemos corresponder à necessidade dos municípios banhados pelo referido rio e permitirão o aproveito das potencialidades económicas que o Rio Arade encerra.

A Comissão Política Distrital do PSD/Algarve

Reunião do PSD Algarve

Reunião do PSD Algarve

Categories: Algarve