Desporto

Carlos Jacques pretende devolver o Quarteirense à cidade e fazer dele um dos melhores clubes do Algarve

O lema da nova direção é: “Quarteirense voltar a ser de Quarteira”

O CDR Quarteirense promoveu este sábado, dia 9 de abril, um jantar comemorativo da tomada de posse dos seus novos dirigentes. O jantar teve lugar no Restaurante Taberna do Peixe, na Rua da Praia, junto ao calçadão de Quarteira.

O presidente da Assembleia Geral, Vítor Faria, sustentou: “Uma direção jovem que aceita um desafio destes é por si só um fator de satisfação mas acima de tudo é uma equipa que apresentou um projeto para o futebol jovem, para a formação, um projeto em que tem muito trabalho. Apesar de todas as vicissitudes que o clube atravessa, aparecer uma equipa jovem disposta a aceitar este desafio, enche-me de orgulho. Portanto, deixo aqui os meus sinceros parabéns e, enquanto presidente da Assembleia Geral do clube, a minha congratulação “. Por outro lado, “eu sei que muitos sócios não perceberam nem aceitaram a solução que a anterior direção encontrou para equilibrar os problemas financeiros que o clube tinha, optando por constituir uma SAD. Já disse noutras ocasiões que as coisas correram menos bem ou que correram mal mas os problemas tinham que ser resolvidos. Não o foram totalmente mas estão praticamente resolvidos. Os contratos foram assinados e não podem ser rasgados” mas “as dívidas não são para pagar mas para gerir e a atual direção está em condições para gerir aquela dívida e chegar ao fim do ano com ela se não totalmente paga, estará quase paga”, desejando “a todos os corpos sociais um mandato tranquilo e que consigam cumprir os objetivos a que se propuseram para que o Quarteirense volte a ser um clube desta terra, desta freguesia e da sua população porque quarteirenses somos todos nós”.

O vice-presidente da Câmara Municipal de Loulé, Hugo Nunes, saudou os presentes e cumprimentou “o passado, o presente e o futuro do Quarteirense. Temos aqui uma mesa para um futuro promissor e muito ativo, que junta pessoas com muita experiência e outras que estão a tentar ganhar alguma. O Quarteirense é um clube muito importante para a cidade de Quarteira, para a Freguesia de Quarteira mas é também um clube muito importante para o Concelho de Loulé. E é necessário para o conjunto de ações que a câmara está a desenvolver no Compromisso com o Desporto. A História do Quarteirense não permite menos e eu tenho a certeza que a vontade dos quarteirenses é exatamente essa. A câmara municipal não está aqui para julgar as opções do Quarteirense. Os seus dirigentes e os seus sócios, a cada momento, são responsáveis para tmar as decisões que dizem respeito ao clube. O papel da autarquia é estar ao lado do Quarteirense, ajudando onde possa ajudar e preocupando-se quando tem de se preocupar mas, juntamente, colocar-se ao lado quando é para caminharmos juntos, dar um empurrão quando sentir que há falta disso e é esse o nosso compromisso. O nosso desejo é que o Quarteirense ganhe cada vez mais energia, que consiga recuperar a ligação que tinha e que tem com o Desporto e com as pessoas de Quarteira como aconteceu noutras alturas. Se isso acontecer, a cidade estará melhor, assim como a freguesia e o concelho. Da nossa parte, podem contar connosco para aquilo em que acharem que a câmara é necessária. Estaremos sempre de portas abertas para, convosco, ir à procura das soluções para os problemas que forem aparecendo e para lançar novos desafios”.

O novo presidente do CDR Quarteirense, Carlos Jacques (conhecido por  CáZé enquanto jogador), começou por agradecer “o apoio da câmara, da junta e da associação. Nós vamos ter um grande desafio. Estamos conscientes disso. Vai ser um desafio enorme. Passado é passado e, daqui para a frente, vamos tentar fazer o melhor para o clube, sempre da melhor maneira, de modo a não prejudicar ninguém. Somos jovens? Somos. Queremos ser ambiciosos? Também. Temos muitas coisas em projeto e queremos fazer, principalmente, que o Quarteirense seja dos melhores clubes do Algarve. Vamos ultrapassar muitas barreiras, vamos chorar, vamos rir mas sozinhos não conseguimos. Todos unidos, conseguimos de certeza. Os projetos que esta direção tem baseiam-se sobretudo naquilo que o clube tem, que é o futebol, a pétanca e o futsal e queremos também tentar desenvolver mais modalidades e ter mais atletas. Queremos que o clube seja essencial para a cidade de Quarteira. Não tem sido tão importante e queremos que isso aconteça: Ter novamente os sócios perto de nós; os pescadores; os comerciantes, todos perto para que seja como já foi antigamente. Tenho 37 anos, sou novinho ainda mas recordo que a alegria com que as pessoas iam ao futebol era enorme. Não é nada fácil. Compreendemos isso. Os tempos mudaram mas queremos que volte a ser assim porque, na altura em que começámos a preparar esta direção, estive perto da população de Quarteira e o balanço foi bastante positivo. Esse também foi um dos motivos que nos fez avançar. Falámos com várias pessoas, pessoas do antigamente deram-nos todo o apoio para avançarmos e cá estamos. O que prometemos é tentar fazer sempre o melhor em prol do clube e da terra. Não fazemos promessas. A única coisa que prometemos é que iremos lutar para fazer do Quarteirense um clube melhor”.

Marcaram ainda presença o presidente da Junta de Freguesia de Quarteira, Telmo Pinto, e Sónia Neves, do seu executivo, bem como representantes da Associação de Futebol do Algarve e de outros clubes da cidade e ainda alguns dos patrocinadores do clube.

De referir ainda que o jantar contou com música ao vivo com Tony Santana e Simão Rosa

Carlos José Basílio Jacques, sócio nº 311, foi eleito presidente do Clube Desportivo Recreativo Quarteirense no dia 22 de fevereiro, em Assembleia Geral do clube.

A nova direção por si encabeçada tem, entre os seus objetivos, voltar a reerguer o principal clube da cidade de Quarteira, procurar recuperar a credibilidade perdida perante as pessoas da terra, estancar a saída de muitos associados do clube e voltar a atrair patrocinadores.

O slogan de campanha era: “QUARTEIRENSE VOLTAR A SER DE QUARTEIRA”. A nova direção tem como principal objetivo reaproximar a população de Quarteira ao clube, voltar a fazer com que as pessoas tenham orgulho em ser QUARTEIRENSES, voltar ser como em tempos anteriores, um clube com História.

A nova direção é composta por pessoas jovens, homens e mulheres com ideias novas para o clube mas também algumas pessoas com experiência, entre elas algumas que já pertenceram a direções anteriores e acabaram por se retirar devido a opções relativamente às quais nem sempre estiveram de acordo.

A nova direção sustenta ainda que o Quarteirense, um clube de uma cidade como Quarteira, que tem cerca de 50000 habitantes, não pode ter apenas cerca de 10 sócios pagantes, para além dos atletas do clube.

Novos corpos sociais do CDR Quarteirense

Assembleia Geral

Presidente VITOR FARIA SÓCIO Nº18

Vice- Presidente JOSÉ JOÃO SÓCIO Nº 15

Secretário RUDOLFO LEITE SÓCIO Nº 223

Direção

Presidente: CARLOS JACQUES SÓCIO Nº311

Vice-Presidente: NATÁLIA FREDERICO SÓCIO Nº356

Secretário: SUSANA JACQUES SÓCIO Nº873

Tesoureiro: ISIDRO DINIS SÓCIO Nº29

Vogais:

ANTÓNIO ALMEIDA SÓCIO Nº633

CARLOS DUARTE SÓCIO Nº835

CÂNDIDO CORREIA SÓCIO Nº 3

CARLOS TOMÉ SÓCIO Nº 10

CARLOS ESTEVES SÓCIO Nº841

RUI ROCHA SÓCIO Nº 834

FELICIANO CARRERA SÓCIO Nº928

Conselho Fiscal

Presidente: ROGÉRIO BOTA SÓCIO Nº 20

Vice- Presidente: DINA OLEIRINHA SÓCIO Nº 838

Secretário: ANTERO VALONGO SÓCIO Nº 929

Por: Jorge Matos Dias / PlanetAlgarve

Categories: Desporto, Quarteira