Algarve

PALP e Quercus lançam campanha #TheLastBeach com vídeos explicativos

thelastbeach

Camilo… Maria Luísa… Amado… Dona Ana… Manuel Lourenço… Evaristo… Praias com nomes de pessoas. Cheias de luminosidade e pureza, entranhadas na memória colectiva, desde tenra infância. Mas este paraíso está perto de ser destruído, de ser negado às próximas gerações. As belas praias de águas límpidas estão ameaçadas pela ganância da exploração de petróleo.

Apesar de o mundo inteiro já se ter apercebido que as energias renováveis são o futuro, os anteriores governos de Portugal criaram condições e incentivos para a prospecção, pesquisa, e exploração de hidrocarbonetos na nossa terra, no nosso mar.

Uma agência de Publicidade e uma produtora aliaram-se à causa da PALP e desenvolveram peças de comunicação complementares que farão parte do percurso de comunicação da causa.

A agência de Publicidade Human Creativity reuniu uma equipa multidisciplinar e multicultural, de forma a criar uma campanha com uma mensagem emotiva e que desperte a consciencialização global de uma forma insightful. A estratégia de reunir uma equipa internacional (a agência teve contribuições de profissionais de Portugal, Hong Kong, Malásia, Polónia e Brasil) respondeu à necessidade de uma abordagem global para um problema no nosso país. A produção do filme esteve a cargo da Sons of Liberty. The Last Beach é uma campanha brevemente disponível online com muitas horas de escrita, de direcção de arte, de pós-produção, de olho clínico, que em muito amplificará a mensagem da Plataforma Algarve Livre de Petróleo.

A Krypton Produção focou-se na criação de um filme informativo que resume a problemática em apenas 3 minutos. Qualquer cidadão poderá compreender de forma clara a gravidade que a prospecção, pesquisa e exploração de petróleo constituem para um dos maiores tesouros da costa portuguesa. Através de infografia simples e de um script muito simplificado, será agora extremamente fácil perceber a realidade de um processo que poderá ser fatal para Portugal.

Ainda não é tarde para lançar o alerta sobre os riscos inerentes a este tipo de atividade na nossa maravilhosa costa e no mundo. Mas já fica tarde para nos mantermos indiferentes.

A PALP já entregou na Assembleia da República a petição que pode salvar os interesses de todos nós, cidadãos. E acima de tudo, do nosso frágil ecossistema. Mas não chega.

Apela-se à população que passe a mensagem, que partilhe os vídeos, utilize as imagens, assine a areia da praias preferidas e partilhem com o hashtag #thelastbeach.

Filme 1: Filme informativo – Petroleum in Algarve

Filme 2: The Last Beach

 

Categories: Algarve