AGENDA

Neto Gomes celebra meio século a comunicar com homenagem em Loulé | 14 de outubro

Aquele que é considerado um dos maiores comunicadores do país, speaker da Volta a Portugal durante anos, jornalista, escritor, investigador e assessor de imprensa, Neto Gomes celebra, em 2016, 50 anos de ligação à comunicação. Para assinalar esta data, colegas, amigos, família, autarcas da região, representantes desportivos juntaram-se para organizar uma festa de homenagem a este algarvio nascido em Vila Real de Santo António, mas que reside em Loulé há várias décadas. Este momento que pretende ser um reconhecimento do Homem, da sua obra e do contributo para o Algarve, terá lugar dia 14 de outubro, sexta-feira, no Pavilhão do NERA, a partir das 19h30, com um jantar cujas receitas reverterão a favor da Associação Existir.

O presidente da Câmara Municipal de Loulé, Vítor Aleixo, o vice-presidente, Hugo Nunes, e o vereador Pedro Oliveira irão integrar a Comissão de Honra desta homenagem, que integra cerca de 30 personalidades algarvias e não só, de várias áreas.

Neto Gomes nasceu em Vila Real de Santo António, a 27 de outubro de 1944, e reside em Loulé há vários anos em Loulé, a sua terra adotiva. Embora tivesse exercido várias atividades ligadas ao sector do turismo e do desporto, e desempenhado funções em várias entidades públicas, é a ligação à escrita, e em particular ao jornalismo, que serve de elo condutor e de rede de toda a sua vida profissional.

Várias vezes enviado especial ao estrangeiro – Hungria, Alemanha, Jugoslávia, Espanha, Holanda, Bélgica, Cabo Verde, Marrocos e França, entre outros países -, ao serviço de diversas publicações de âmbito nacional e regional, mantém uma forte e afetiva ligação ao Jornal do Algarve, que em todos os momentos chama o “seu” jornal e, também, à Voz de Loulé.

Marcou uma época, ainda hoje inigualável, como speaker da Volta a Portugal em Bicicleta. O seu segundo trabalho literário, denominado “Bancadas Vazias”, foi fruto de uma das mais antigas e duradouras crónicas apresentadas na antiga RDP Algarve, com o mesmo nome, constituindo uma referência na programação da emissão regional da estação pública.

Apresentou por diversas vezes comunicações em Congressos do Turismo e do Algarve, assim como em eventos da Federação Portuguesa de Futebol e no 75.º aniversário da Junta Autónoma de Estradas.

Foi orador em várias conferências na Universidade do Algarve, INUAF – Instituto Dom Afonso III (Loulé), em escolas, clubes, associações e agremiações culturais, relacionadas com várias temáticas: turismo, desporto, 25 de abril, liberdade de imprensa, língua portuguesa, prevenção rodoviária e toxicodependência, entre outras.

Foi presidente do GEA – Grupo de Estudos Algarvios, com sede em Lagos, da AJAID – Associação dos Jornalistas Algarvios da Imprensa Desportiva e foi diretor do CNID – Clube Nacional da Imprensa Desportiva.

Foi chefe do Gabinete de Imprensa das Câmaras Municipais de Lagoa, Loulé e Vila Real de Santo António.

Foi durante vários anos representante regional da Prevenção Rodoviária Portuguesa e secretário da Comissão Distrital de Segurança Rodoviária no Governo Civil de Faro.

A dedicação e o empenhamento aos projetos que abraça fazem de Neto Gomes uma personalidade ímpar, pela sua capacidade de trabalho, à qual junta outras caraterísticas dominantes do seu ADN – humor, boa disposição e uma inesgotável vontade de superar os obstáculos e atingir os objetivos traçados.

Um percurso de cinco décadas assinalado com relevantes serviços prestados à comunidade e uma considerável projeção pública, que lhe valeram diversos prémios e distinções e um crescente reconhecimento da sua obra, seguramente uma das mais relevantes das últimas décadas, no domínio da produção literária algarvia.

A energia inesgotável que continua a demonstrar, numa vontade indómita de realização (qual imagem de marca), torna Neto Gomes numa referência do quadro atual das letras algarvias e contribui decisivamente para o seu precioso legado literário, de considerável interesse para as gerações vindouras, cujo testemunho são as suas mais recentes obras: “Governo Civil de Faro, 175 anos de História”, “Hospital de Faro – 30 Anos de História, Uma Vida de Afectos”, “A República no Algarve – 100 Anos de República, 100 Personalidades”, obra realizada em parceria com o Professor Rosa Mendes, “Vencendo a Estrada Tendo Loulé Como Bandeira”, e, já em 2016, “César Correia – O Árbitro Um Ser Humano”, com prefácio do Professor Marcelo Rebelo de Sousa, atual Presidente da República.

É casado com Maria Gomes, tem dois filhos, Pedro Neto Gomes e Teresa Neto Gomes, e três netos, Guilherme, Maria e Manuel.

Neto Gomes

Neto Gomes

Categories: AGENDA, Loulé