Desporto

Biografia do ex árbitro internacional César Correia apresentada em Quarteira

O jornalista e escritor Neto Gomes apresentou a sua mais recente obra na sexta-feira, dia 21 de abril, no Pólo da Biblioteca Municipal de Loulé em Quarteira. Trata-se da Biografia “César Correia – o árbitro um ser humano”.

A sessão foi aberta por Rita Moreira, diretora da Biblioteca Municipal de Loulé.

Esta biografia pretende dar a conhecer o percurso de César Correia, radicado em Quarteira desde criança, um exemplo de cidadania e determinação, uma batalha constante para se superar dia após dia e alcançar o sucesso em todas as atividades da sua vida.

Este livro, de autoria de Neto Gomes, com prefácio assinado por Marcelo Rebelo de Sousa, retrata a vida deste antigo árbitro internacional e industrial corticeiro.

César Correia, radicado em Quarteira desde criança, recordou momentos da sua vida profissional enquanto árbitro, tendo igualmente recordado momentos marcantes da sua vivência na cidade de Quarteira.

A apresentação contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Loulé, Vítor Aleixo – que enalteceu as qualidades do biografado -, do vice-presidente da autarquia louletana, Hugo Nunes, do adjunto do presidente da câmara. Carlos Carmo e do presidente da Junta de Freguesia de Quarteira, Telmo Pinto.

Nascido a 1 de abril de 1935 em Santa Catarina Fonte do Bispo – Tavira, César da Luz Correia mudou-se com os seus pais para a localidade de Mesquita Alta – S. Brás de Alportel. Mudou-se depois para Vilamoura e finalmente para Quarteira, onde tem residido até hoje. Iniciou-se como árbitro na longínqua época de 1959/60 e chegou a internacional em 1973/74. Terminou a carreira em 20 de novembro de 1982, após 23 anos de atividade, nove dos quais na condição de internacional. Finda a carreira, foi dirigente do Conselho de Arbitragem da Associação de Futebol do Algarve (do qual foi presidente entre 1984 e 1986) e da Federação Portuguesa de Futebol e ainda da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol, desempenhando diversas funções no setor até 2010, como delegado da UEFA ou coordenador técnico de arbitragem na Liga Portuguesa de Futebol Profissional.

Paralelamente, foi formador em diversos cursos, incluindo alguns de âmbito internacional, e manteve colunas sobre o tema da arbitragem em vários órgãos de comunicação social.

César Correia recebeu, em 1982, a Medalha de Bons Serviços Desportivos, atribuída pelo Governo, e, entre outras homenagens, foi por duas vezes distinguido pela Associação de Futebol do Algarve: em 1995, como Sócio de Mérito, e em 2010, por ter atingido 50 anos de dedicação à causa da arbitragem. É também Sócio de Mérito da Federação Portuguesa de Futebol (2014).

Categorias:Desporto, Quarteira