Loulé

Site “Loulé Adapta” é mais um contributo para alertar população para adaptação às alterações climáticas do Município

Conselho Local de Acompanhamento Local da EMAAC reuniu pela primeira vez

No arranque da Semana do Município de Loulé, as atenções centraram-se nas questões de defesa do ambiente. No âmbito da primeira reunião do Conselho Local de Acompanhamento da Estratégia Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas de Loulé (EMAAC de Loulé), que decorreu esta segunda-feira, foi lançado o site “Loulé Adapta” (www.louleadapta.pt), instrumento que permitirá difundir, de forma mais eficaz, todo o conceito deste projeto prioritário para a Autarquia de Loulé.

Integrado numa estratégia alargada, esta ferramenta tecnológica tem como objetivo divulgar a EMAAC de Loulé, dar a conhecer os diferentes projetos e iniciativas daí decorrentes e sensibilizar os diversos setores socioeconómicos para a problemática das alterações climáticas e para a importância do papel municipal, setorial e individual na mitigação e adaptação às alterações climáticas.

Pretende-se ainda que o site “Loulé Adapta” seja um depositário de informação e de recursos vários sobre alterações climáticas, que os munícipes e demais interessados podem explorar e, deste modo, ficar a saber mais sobre esta problemática cada vez mais relevante. Com uma linguagem acessível a todos e de leitura fácil, este site sintetiza todas estas matérias, nomeadamente uma área dedicada às principais alterações climáticas projetadas para o Município (subida do nível do mar, o aumento da temperatura e da frequência e intensidade de eventos meteorológicos extremos como ondas de calor, secas, episódios de precipitação excessiva e concentrada, e consequentemente de incêndios, inundações, cheias e intensificação da erosão costeira) com um vídeo das suas consequências.

Loulé Adapta é um site responsive já que permite a adaptação automática a todos os tipos de dispositivos sejam eles Desktops, Smartphones ou Tablets, proporcionando uma melhor experiência de navegação a todos os munícipes.

Numa altura em que as redes sociais constituem um veículo fundamental em termos comunicacionais, o Loulé Adapta dispõe também de uma página no Facebook onde é possível acompanhar, a par e passo, toda a atualização de informação do site.

Para as técnicas municipais que têm estado à frente do projeto – Inês Rafael e Lídia Terra – o intuito é que este seja “instrumento mais próximo da população e que esta também se envolva e dê os ditos passos essenciais na ação conjunta”. Exemplo disso são as escolas que terão aqui um recurso muito importante na busca de informação.

A título de balanço da primeira reunião do Conselho Local de Acompanhamento da EMAAC, que juntou diversos serviços da Autarquia, forças de segurança, proteção civil, bombeiros, escolas, empresas municipais, entre outras entidades, o presidente da Câmara considerou ter sido “uma sessão muito rica, com intervenções muito interessantes, que serão levadas em consideração no desenvolvimento e monitorização da estratégia aprovada”.

Vítor Aleixo falou do envolvimento de todos para levar por diante este que é “um dos desafios mais aliciantes do Município” e que começa agora a dar os primeiros passos. “Temos a consciência de que este é um projeto que convida e reclama a participação de todos, sem exclusão de ninguém – cidadãos, empresas, instituições – todos encontrarão, voluntariamente, o seu contributo a dar nesta estratégia municipal”, afirmou o edil que tem sido um dos responsáveis nacionais que mais se tem empenhado nesta temática.

O autarca disse ainda que esta matéria pressupõe “uma mudança de hábitos da sociedade, da cultura, da economia, do funcionamento da comunidade” pelo que ainda levará algum tempo a consubstanciar-se. “Temos uma visão estratégica assumida e aberta ao futuro, uma consciência cívica, atenta e sensível para estas questões e temos também uma vontade política absolutamente determinada para desempenharmos esta responsabilidade que é a adaptação às alterações climáticas”, concluiu.

Categorias:Loulé