Loulé

PSD/CDS Loulé juntam centenas de pessoas na 2.ª edição da Festa da Primavera

Realizou-se no domingo, 4 de junho, na Fonte Grande, em Alte, a segunda edição da Festa da Primavera do PSD Loulé, desta vez também com o parceiro de coligação nas próximas eleições autárquicas, o CDS.

Este almoço convívio, contou com a presença de mais de três centenas de participantes, entre militantes e simpatizantes do PSD e CDS e teve como tema principal, a apresentação dos cabeças de lista à Câmara Municipal e às Juntas de Freguesia.

Sílvia Martins, Presidente da Junta de Freguesia de Alte, e recandidata ao mesmo cargo nas próximas eleições, deu as boas vindas e agradeceu a presença de todos nesta festa, na sua freguesia.

Miguel Encarnação Presidente da JSD Loulé, apontou a ausência de políticas de juventude da atual Câmara Municipal, e afirmou estar convicto que com um novo executivo liderado por José Graça a juventude voltará a ser uma prioridade.

Bonito Ramos, Presidente do CDS Loulé referiu-se à necessidade de colocar as pessoas em primeiro lugar, nomeadamente na área social e educação. Referiu ainda a necessidade de imprimir uma nova dinâmica para o Concelho tornando-o mais competitivo. Concluiu manifestando a sua confiança no projeto e nos candidatos da coligação PSD/CDS liderada por José Graça.

Rui Cristina, Presidente do PSD Loulé, afirmou que as pessoas estão no centro da atividade política, tendo declarado que com a vitória nas próximas eleições autárquicas se inicia um novo ciclo politico, e com ele se construirá um futuro melhor, com mais prosperidade. Agradeceu a disponibilidade de todos os Candidatos, em especial o Candidato à Câmara Municipal cujas qualidades elogiou.

No seu discurso, o Deputado Cristóvão Norte, apontou a situação de estagnação em que o Concelho se encontra, e afirmou que maus Presidentes de Câmara não são só aqueles que gastam dinheiro mal gasto, mas também aqueles que não utilizam os recursos financeiros disponíveis, por falta de ideias e projetos. Concluiu afirmando que Loulé está pior e precisa mudar de Presidente de Câmara, para recuperar o dinamismo perdido, e que o Algarve precisa de um Concelho de Loulé mais forte, como no passado recente.

José Pedro Caçorino, Presidente do CDS Algarve manifestou o seu apoio aos Candidatos, e a sua convicção de que estarão à altura dos novos desafios destes novos tempos em que vivemos.

David Santos, Presidente do PSD Algarve, elogiou os Candidatos e declarou estar convicto na vitória em outubro próximo.

António José Batista, Secretário-geral Adjunto do CDS manifestou o empenho e apoio das estruturas nacionais a esta coligação, referindo a importância de devolver o futuro e a esperança aos louletanos.

José Matos Rosa, Secretário-geral do PSD referiu-se à importância da vitória da coligação para retirar Loulé da estagnação em que se encontra, e declarou-se convicto na próxima vitória autárquica realçando as qualidades pessoais, humanas e profissionais do Candidato José Graça.

Com a presença dos cabeças de lista às Juntas de Freguesias no palco, José Graça foi o ultimo orador. Iniciou a sua intervenção referindo os investimentos realizados em Escolas, Pré-escolares, Creches, Centros Comunitários e Lares, num total de 40 equipamentos, bem como, o enorme investimento em abastecimento de água e saneamento básico, efetuado pelo executivo liderado por Seruca Emídio do qual fez parte, e a quase ausência de investimentos novos, nestas áreas, pelo atual executivo Socialista.

Referiu ainda que a Câmara Municipal de Loulé tem vindo a apresentar disponibilidades financeiras crescentes, em 31 de dezembro de 2014, cifravam-se em 18 milhões de euros, tendo vindo sempre a aumentar até ao valor atual de 77 milhões de euros. Declarou que perante estes números, a tese da pesada herança não é mais que uma desculpa para a falta de ideias e projetos e a prova da incompetência política do executivo Socialista.

Apresentou ainda três compromissos com as famílias, a devolução de 5% do IRS, baixar o IMI para o valor mínimo permitido por lei e o alargamento do programa Loulé solidário à participação das Juntas de Freguesia e às IPSS.

Apresentou ainda compromissos com as Empresas como, a não aplicação da derrama e ainda, apoiar financeiramente a criação de apoio técnico às diferentes associações empresariais do setor primário (agricultura, florestas e pescas), do comércio e serviços, do turismo, hotelaria e restauração e incentivando assim a apresentação de candidaturas a fundos comunitários por parte das micro, pequenas e médias empresas, estimulando assim a criação de emprego nos diferentes setores de atividade.

Comprometeu-se retomar o investimento em infraestruturas, concluindo a rede de saneamento básico e abastecimento de água, e a empenhar-se na conclusão da Circular Norte de Loulé, bem como, retomar o processo de construção da Circular Sul que se foi parado pelo atual executivo. Retomar a ligação em quatro faixas a Quarteira e ao Parque das Cidades através de projetos anteriormente desenvolvidos pelo executivo Social-democrata e por fim investir na reabilitação urbana, principalmente em Loulé, Quarteira e Almancil, e nas sedes de Freguesia.

A animação musical esteve a cargo do acordeonista Gonçalo Tardão.

Categorias:Loulé