Quarteira

“No Cantinho da Dona Benta” com o Teatro da Amizade em Quarteira

O Centro Autárquico de Quarteira foi palco há poucos minutos desta terça-feira, dia 13 de junho, da peça de teatro “No Cantinho da Dona Benta”, pelo Teatro da Amizade, de Quarteira.

Iniciativa surgida no âmbito do Projeto “Bairr’Art”, uma oficina de Teatro Popular pelo Grupo de Teatro Amador – Teatro da Amizade.

Mais uma vez se registou sala cheia com a vasta assistência divertidíssima a soltar sonoras gargalhadas, prolongadas ovações e vibrantes aplausos. Entre o público, destacamos a presença do presidente da Junta de Freguesia de Quarteira, Telmo Pinto e das técnicas de Ação Social da Câmara Municipal de Loulé.

O fado também marcou presença com Eduarda Gonçalves a cantar Amália Rodrigues e Felisbela Bartolomeu a cantar Alfredo Marceneiro.

A peça terminou em apoteose com as intervenientes na peça a convidarem a assistência para o baile final.

Houve ainda um momento especial extra programa com a D. Vitorina, de 89 anos, a declamar um poema que aprendeu quando tinha 9 anos.

Uma produção do Ao Luar teatro com direção de Rui Penas e interpretação de Alice Dias Guerreiro, Eduarda Gonçalves, Felisbela Bartolomeu, Gabriela Dinis, Gracinda Bernardo, Maria do Céu Andrade, Maria Otília, Maria da Piedade Soares, Mário Clemente, Lúcia Jesus Gomes e Teresa Maia.

A iniciativa contou com o apoio da Câmara Municipal de Loulé e da Junta de Freguesia de Quarteira.

O projeto Bairr’Art é um programa de inclusão e mudança social através da arte criado pela Divisão de Coesão Social e Saúde, da Câmara Municipal de Loulé nos bairros sociais das freguesias de S. Clemente e Quarteira.

O objetivo é quebrar barreiras em comunidades que habitualmente não se cruzam e sobretudo em territórios vulneráveis.

O Bairr’Art nasceu em junho de 2015 como resultado de uma assembleia de moradores. A ideia é construir pontes através de uma metodologia participativa, numa comunidade que se sente excluída.

O valor do projeto, reconhecido pela Rede Portuguesa das Cidades Educadoras, surge numa lógica de governação integrada, com o forte envolvimento de parceiros sociais do município de Loulé.

Por: Jorge Matos Dias / PlanetAlgarve

Categorias:Quarteira