AGENDA

Adesão à moeda anticrise continua a crescer com Encontro, Feira e Piquenique em Almancil | 15 de julho

É já neste sábado, 15 de julho, que se realizará mais um encontro de membros e amigos da comunidade Ricos Tostões no Jardim das Comunidades, em Almancil.

O Tostão é uma moeda social, utilizada por uma comunidade de particulares e lojistas, como meio de troca para transacionar produtos de mercearia, vestuário, informática, lazer, serviços de reparação, educação, bem-estar e saúde. Como a moeda não tem uma forma física, os utilizadores transferem os tostões entre si, a partir da plataforma http://www.ricostostoes.com e à qual podem aceder através de qualquer computador ou telefone com uma ligação à internet.

O projeto nasceu no Algarve e é nesta região que a moeda ainda tem mais utilizadores (cerca de 100 dos quase 300 já inscritos no total). Como exemplo, é possível encontrar na plataforma as campanhas e produtos da mercearia Bioélógico, os artigos para animais da PetLand e os cabazes de legumes e fruta biológicos da Biafaísca, que fazem parte da ampla oferta de produtos e serviços à troca parcial ou integralmente por tostões no concelho de Loulé.

É também neste concelho, no Jardim das Comunidades em Almancil, que irá realizar-se o próximo encontro para partilha de experiências e esclarecimento de dúvidas sobre o uso da moeda. O encontro terá um formato descontraído e haverá espaço para estacionar os carros em marcha atrás para fazer das bagageiras o “stand” para apresentação e troca de tostões por livros, legumes, snacks, vestuário, arte, etc. Também haverá espaço para estender umas toalhas e fazer um piquenique entre amigos e as crianças terão à sua disposição o parque infantil do Jardim.

O encontro terá início às 19h e deverá terminar às 21h. Para participar basta apenas aparecer mas para melhor organização basta uma simples confirmação através do evento publicado no facebook https://www.facebook.com/events/1859683277692594

Mais sobre

Os Tostões são moedas sociais e anticrise, utilizadas como meio de troca entre os membros aderentes (particulares e lojistas), para transacionar produtos de mercearia, vestuário, informática, lazer, serviços de reparação, educação, saúde, etc. Os comerciantes podem utilizar a moeda para atrair mais pessoas ao comércio local, criando campanhas de dar e receber Tostões por compras feitas nas lojas e as associações podem receber donativos em Tostões para retribuir trabalhos voluntários. A iniciativa surge do estudo de casos de sucesso e fusão das melhores práticas de moedas complementares como a Palmas (Banco Palmas – Brasil), a Libra de Bristol (Inglaterra), a PUMA (Espanha), a Hora (Banco do Tempo – Internacional) e a BitCoin (Internacional).

Plataforma http://ricostostoes.com

História e media http://ricostostoes.com/historia.php

Facebook https://www.facebook.com/ricostostoes/

Os tostões são uma moeda socialmente mais justa…

porque dá realmente a todos a mesma oportunidade de acesso e tem normas, como o tecto máximo de 2500 tostões por conta e a impossibilidade de contrair dívidas, que promovem a circulação da moeda em vez da sua acumulação.

Os tostões são uma moeda ecológica…

porque promove a reutilização e, por não existir numa forma física, não obrigar aos processos industriais de transformação de materiais nem ao seu transporte em veículos fortes.

Os tostões são uma moeda inovadora…

porque tornam a realidade mais divertida e a ideia de “trabalhar” mais agradável, inclusive até empolgante porque apresenta os mesmos elementos de divertimento de um jogo, como desafios, prémios e pontos de desempenho.

Os tostões são uma moeda de defesa do comércio local…

porque dá aos comerciantes a possibilidade de utilizarem os tostões como se fossem pontos ou vouchers de desconto, que podem dar ou aceitar na sua loja para angariar e fidelizar clientes.

Categorias:AGENDA, Loulé