Algarve

Instituições de beneficência entregam cheque à Associação Oncológica do Algarve para unidade móvel de rastreio de cancro da mama

Há 4 anos atrás, a Associação Oncológica do Algarve (AOA) fez uma apresentação ao Rotary Club Estoi Palace International, surgindo daí uma ideia de ajudar aquela instituição na compra de uma nova e muito necessária unidade móvel de rastreio de mama com tecnologia de ponta.

Ao longo do tempo, a visão original foi-se ligeiramente alterando, tendo a AOA solicitado financiamento Europeu para fornecer o equipamento, incluindo a tecnologia de tomossíntese, a qual melhora as taxas de deteção, e também para financiar um projeto de pesquisa como o do cancro de mama no Algarve. A média mundial de cancro de mama por 100.000 é de 55,14 mulheres, a média Europeia é de 73,8 mulheres e, só no Algarve, uma assustadora média de 91,6 mulheres, pelo que a necessidade de equipamentos de deteção de alta tecnologia era de facto crítica.

Incluindo a ajuda de outros Rotários do Algarve, o  Wolf Valley Charity e o Central Algarve Ladies Luncheon Group, foram organizados eventos de angariação de fundos e foram conseguidas doações que permitiram a compra da unidade móvel que transporta o anteriormente referido equipamento. A unidade móvel chegou ao Algarve no final de maio e tornou-se operacional no início de junho.

Um cheque no valor total de 63.037EUR foi entregue à Presidente da AOA, Maria de Lurdes Marques da Silva e Sousa Santos Pereira, pelo Governador do Distrito 1960, Abílio Lopes, na quinta-feira dia 27 de junho, no Centro de Saúde de Albufeira, local onde a unidade está presentemente situada.

Numa receção promovida posteriormente no Restaurante Casa do Cerro em Albufeira, Maria de Lurdes falou com emoção sobre seu falecido marido, o ex-presidente da AOA, Dr. José Santos Pereira, cuja morte recente significava que ele não teve a oportunidade de ver o seu sonho da nova unidade móvel se concretizar.

O Dr. Santos Pereira lutou durante toda a sua vida por um melhor tratamento para pacientes com cancro, reconhecendo que a deteção antecipada era crucial, a sua visão incitou há 15 anos a primeira unidade móvel de triagem de mama no Algarve e a Unidade de Radioterapia de Faro. O seu sonho prossegue com esta nova e moderna unidade de triagem móvel de mama.

Categorias:Algarve, Saúde