Loulé

José Graça 2017: «Quem nada fez, agora, a 2 meses das eleições tudo promete»

O Executivo Socialista da Câmara Municipal de Loulé, neste mandato autárquico, nada fez de significativo na Freguesia de Boliqueime. Não foi capaz de concluir e colocar em funcionamento a obra de águas e esgotos das Benfarras. Obra que se estende por diferentes localidades para além das Benfarras, a Vale Covo, a Monte João Preto e à Maritenda. Quando em outubro de 2013, no final do mandato Social Democrata, faltava apenas realizar a conduta ao longo da EN 125 para concluir a obra. A Câmara Municipal de Loulé perdeu a oportunidade de realizar esta obra em simultâneo com a reabilitação da EN125.

Vítor Aleixo, inventou uma situação de dívida herdada para esconder a sua incapacidade de gestão ao longo dos últimos 4 anos. Ao contrário do que o autarca refere, nunca faltou dinheiro nos cofres da autárquica ao longo deste mandato. Assim, no final do primeiro ano de mandato (dezembro 2014) já estavam parados em bancos 18 Milhões de Euros, tendo este valor subido para 38 Milhões de Euros em final de 2015 e para 63 Milhões de Euros em finais de 2016. Dinheiro parado em bancos que deveria ter sido usado no desenvolvimento do Concelho.

Portanto, é fácil concluir que, se o executivo Socialista desejasse resolver os problemas de abastecimento de água e de saneamento básico da Freguesia de Boliqueime, como o Executivo Social Democrata fez com as obras realizadas nas Benfarras, na Patã, nos Malhadais e nas Agostas, para falar apenas das mais importantes, teria investido em 2014, em 2015 ou em 2016 e não agora a menos de 2 meses das eleições autárquicas, vir prometer agora aquilo que não fez, porque não quis, ou porque não foi capaz.

Foi o mesmo Vítor Aleixo que prometeu na Campanha Autárquica de 2013, a resolução rápida da obra das Benfarras e que tarda em ser concluída por incapacidade do próprio e de conflitos que criou com as Estradas de Portugal e com a Concessionária Rotas do Algarve Litoral.

A obra de Saneamento Básico que Vítor Aleixo agora propagandeia, que vai da Tenoca, a Vale Silves, a Alfontes e a São Faustino, foi o projeto realizado pelo Executivo Social Democrata e ficou parado na gaveta durante os 4 anos da gestão Socialista. Mais uma vez nada fez para resolver este problema de saneamento básico.

A população da Freguesia de Boliqueime não se deixou enganar por Vítor Aleixo em 2013 e seguramente não se voltará a deixar enganar de novo em outubro de 2017, perante o esquecimento e abandono da Freguesia por parte do Executivo Socialista liderado por Vítor Aleixo.

Gabinete de Comunicação da Candidatura de José Graça 2017

Categorias:Loulé