Loulé

Autárquicas 2017 | PAN concorre pela primeira vez em Loulé

  • Candidatura à Assembleia Municipal e às Assembleias de Freguesia de S. Clemente e de Almancil
  • Rosa de Sousa reforça a sua participação cívica na comunidade na vertente humanitária e ambiental
  • PAN quer ajudar a construir um concelho mais ético

O PAN irá apresentar-se a eleições, pela primeira vez aos eleitores do concelho de Loulé, com listas próprias à Assembleia Municipal e às Assembleias de Freguesia de S. Clemente e de Almancil. Encabeçando a lista de candidatura à Assembleia Municipal de Loulé e Junta de Freguesia de Almancil está Rosa de Sousa de 51 anos, atualmente a trabalhar na área da decoração e com formação na área construção em terra e taipa, agricultura biológica e turismo de natureza e à Freguesia de S. Clemente está Ana Poeta, de 38 anos formada em sociologia e mestre em educação de adultos e desenvolvimento local.

Estas candidaturas têm como principal objetivo a consciencialização dos munícipes para os desafios do presente e a necessidade de uma alteração urgente de comportamentos, com vista ao bem-estar de todos os seres vivos e à proteção da natureza. Acreditamos que ao agir localmente conseguiremos mudanças a nível nacional e global.

Os Candidatos têm como objetivo proteger e dar dignidade aos que não têm voz começando pelas pessoas mais desprotegidas desde a pobreza escondida ao comércio local. Serão apresentadas soluções ambiciosas, no sentido de perseguir o objetivo de erradicar estas situações do concelho, por exemplo, através do apoio a iniciativas de utilização de moedas sociais, que sejam ainda capazes de dinamizar e fortalecer a economia local. Hortas sociais para fomentar os laços e convívio entre as pessoas da comunidade. Criar mercados biológicos de produtos locais junto do comércio local com animação para toda a comunidade.

Com o mesmo objetivo de dar dignidade a todos os seres, comprometem-se os candidatos do PAN a dar prioridade à necessidade de criar programas para a proteção, bem-estar, esterilização e adoção de animais errantes e animais de companhia de munícipes com dificuldades financeiras, sendo este um trabalho que já se encontra a desenvolver junto do executivo atual.

Também apostamos numa mobilidade urbana sustentável, eficiente e acessível, baseada nos transportes públicos menos poluentes, ciclovias e circuitos pedonais. Estendendo os circuitos de transportes públicos aos locais do Concelho onde eles ainda não existam, no sentido de reduzir os transportes particulares. Assim como, transitar gradualmente as redes de transportes e iluminação pública para energias verdes e autosustentáveis.

Porque uma educação abrangente é a base de uma sociedade progressista, o PAN procura promover e apoiar modelos dinâmicos de educação ao longo da vida, que respeitem as necessidades, o desenvolvimento básico transversal a todas as áreas nomeadamente: agricultura, jardinagem, cozinha, artesanato e administração doméstica tendo em conta a autosuficiência, a felicidade de cada cidadão e de todos como uma comunidade. Através de um desenvolvimento baseado nas necessidades de cada um. Rejeitando obrigações fora da escola, dando mais tempo para actividades com a família.

Com o objetivo de aumentar a qualidade de vida, saúde e bem-estar de todos o PAN procura promover, a implementação de um programa de segundas-feiras sem carne nas cantinas públicas e ações de sensibilização na restauração local para criar ementas com opções vegetarianas.

Também a pensar na necessidade de sensibilizar e educar os munícipes para a adoção de práticas mais amigas do ambiente, o PAN promove a criação de um sistema de recolha seletiva de resíduos porta-a-porta, contribuindo para o aumento da separação e reciclagem do lixo doméstico, melhorando assim um grave problema mundial agindo localmente.

Domingos Pereira, Ana Poeta, Tiago Capela, Rosa de Sousa, Miguel Formosinho, Nelson Paulo

Categorias:Loulé