Quarteira

Folkfaro trouxe a Quarteira folclore do México e de Loulé

Arrancou no dia 19 de agosto, no Teatro das Figuras, em Faro, o maior festival de folclore do Sul. O FolkFaro tem vindo a ser descentralizado nos últimos anos e a Praça do Mar, em Quarteira, tem sido paragem obrigatória. Ontem à noite, perante uma grande moldura humana, Quarteira assistiu à atuação do Ballet Folklórico de Orizaba (Orizaba – México) e do Rancho Folclórico e Etnográfico de São Sebastião (Loulé).

Trata-se de uma organização anual do Grupo Folclórico de Faro, que conta com o apoio principal do município farense e que vai já na sua 15.ª edição. Estão representadas as músicas, danças e trajes de povos de diferentes continentes, através de grupos provenientes de sete nações. Mais de trezentos participantes, entre bailadores e músicos, irão mostrar a riqueza das tradições populares das suas terras.

“Povos, Culturas e Tradições!…” é precisamente o lema da edição de 2017. Os grupos participantes foram selecionados entre mais de uma centena de propostas recebidas pela organização.

O FOLKFARO é o único festival do sul de Portugal com a certificação internacional do CIOFF-Conselho Internacional das Organizações de Festivais de Folclore e Artes Tradicionais, uma organização não-governamental (ONG) com relações formais de consulta com a UNESCO, criada em 1970 com o objetivo de salvaguardar a promoção e difusão da cultura tradicional e do folclore. Está atualmente representado em mais de 70 países e reúne mais de 250 festivais internacionais em todo o mundo.

Categorias:Quarteira